Cinema

Curtas-metragens no dia mais curto do ano

O ciclo de cinema O Dia Mais Curto arrancou no inicio do mês e culmina esta quarta-feira, 21 de Dezembro, o dia mais curto do ano em pleno Solstício de Inverno, com sessões de curtas-metragens em vários pontos do país

Inspirada no Solstício de Inverno, a festa da curta-metragem nasceu em França e rapidamente alcançou uma dimensão internacional sendo, actualmente, celebrada em dezenas de países em todo o mundo.

Em Portugal, o evento organizado pela Agência da Curta Metragem assinala a 4ª edição, a maior de sempre, com a participação de 34 localidades.

Durante este curto mas intenso dia, as sessões terão lugar nos mais variados locais de projeção. Para além das tradicionais salas de cinema, O Dia Mais Curto será assinalado no Metro do Porto, nas estações e carruagens com Metro TV; na televisão, com programas especiais dedicados ao evento nos Canais TVCine & Séries e no Cinemax RTP; na Internet, no site da Agência que disponibiliza cinco filmes portugueses para visualização online gratuita; e em 15 lojas Fnac.

Ainda no dia 21, a Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, recebe uma sessão especial do evento com destaque para a produção nacional. Serão apresentadas, com a presença dos realizadores, as curtas-metragens “À Noite Fazem-se Amigos” de Rita Barbosa, “Sinais de Serenidade por Coisas Sem Sentido” de Sandro Aguilar, “Penúmbria” de Eduardo Brito e “Fiesta Forever” de Jorge Jácome.

No dia 22 de Dezembro, o Cineclube do Porto apresenta também uma sessão especial com os filmes “Mães em Chamas” de Joanna Rytel, “À Noite Fazem-se Amigos” de Rita Barbosa, “Uma Breve História da Princesa X” de Gabriel Abrantes e “Cabeça D’Asno” de Pedro Bastos.

Subscreva a nossa newsletter.

Pub