Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Dezembro 4, 2021

Era noite

Poema inédito de Alice Coelho

Era noite

Era noite e eu não queria
A lua intensa e espelhada
Eu escrevia e não te sabia
Palavras e roupa molhada
Na sombra que espezinhei
Longe de olhares invejosos
Num caminho que eu pisei
Entre poemas pecaminosos
Contei as pedras da tua rua
Eram tantas que não lembro
Estava vestida ou toda nua
Se era Outubro ou Setembro
Era noite e eu não queria….


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -