Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Julho 5, 2022

Ano novo, 20 filmes novos a não perder

filmes2016

Ano novo, vida nova? Não, a vida é a mesma, os filmes é que são novos. Sim, olhamos já para o que aí vem. Como se poderá imaginar, à partida, as propostas são, no mínimo, aliciantes dados os elementos narrativos, técnicos e interpretativos. Aqui ficam algumas razões para irmos salivando…

Salve, César!

O filme dos manos Coen que irá abrir o festival de Berlim, o mês que vem, é talvez um dos primeiros desejos de 2016. Só que em vez de um filme de época ambientado na Roma Antiga temos um filme de época, em pleno período áureo do cinema americanos dos anos 50, durante a rodagem de um épico histórico. O elenco promete: George Clooney, Josh Brolin, Bob Hoskins…

https://www.youtube.com/watch?v=nGJq4U0ayTc

The Silence

Desde que Martin Scorsese anunciou há alguns anos o projecto de filmar a saga de padres portugueses no Japão que o projecto cresceu de notoriedade. Actualmente em fase de pós-produção (quem sabe no festival de Berlim no próximo mês?), este filme baseado em factos verídicos sobre a presença de sacerdotes portugueses no Japão, conta com o protagonismo de Adam Driver (o Kylo Ren de Star Wars), Liam Neeson e Andrew Garfield.

The Silence

How to Talk to Girls at Parties

O texano John Cameron Mitchel, assumidamente gay, de quem aguardávamos um filme desde O Outro lado do Coração, datado de 2010, promete muito com este delírio de um alien em viagem pela galáxia que se perde o seu grupo e aterra num bairro em Londres. Sim, Nicole Kidman volta a trabalhar com Mitchel nesta adaptação da short story humorística de Neil Gaiman.

howto

Everybody Wants Some

Depois de Boyhood, Richard Linklater envereda por uma comédia dramática localizada do início dos anos 80 sobre as farras de um grupo de jogadores de baseball, no que parece uma sequência do seu primeiro filme Juventude Inconsciente, de 1993, e que marcou a estreia de Matthew McConaughey. Como o filme está pronto, quem sabe, Berlim?…

American Honey

A muito british Andrea Arnold (Fish Tank) deixou-se tentar pelos EUA nesta espécie de filme on the road sobre um grupo de adolescentes que atravessa o midwest impingindo assinaturas de revistas, mas desforrando-se com festas épicas. Com Sasha Lane e Shia Labeouf.

Nocturnal Animals

Desde que o designer de moda Tom Ford se estreou a pegar numa câmara e fez o belíssimo Um Homem Singular, que mereceu a Colin Forth uma nomeação para o Óscar, é natural que este seu novo trabalho inspirado no romance de Austin Wright, Tony and Susan, que conta com Jake Gyllenhaal e Armie Hammer (o Lone Ranger) à frente do elenco.

Julieta

Mais um filme em pós-produção, prestes, quem sabe, a ser apresentado num festival internacional, desta feita o novo de Almodóvar, num regresso ao cinema de mulheres depois da menos conseguida comédia masculina Os Amantes Passageiros, com Adriana Ugarte a interpretar o mesmo papel em épocas diferentes, em 2015, à beira da loucura, e a paz trinta anos antes. Originalmente, o filme tinha o nome de Silencio, mas por coincidência com o filme de Scorsese, Almodóvar alterou-o.

Julieta

Snowden

Oliver Stone envereda por mais uma biografia, desta feita sobre o famoso denunciador da NSA e sobre as práticas de vigilância fomentadas pela agência. Joseph Gordon-Levitt será o famoso whistleblower, para além da presença de Shailene Woodley, , Nicolas Cage, Zachary Quinto, entre outros. Possivelmente, poderá via a integrar uma das listas do próximo festival de Cannes.

Snowden

Weightless

O nome de Terrence Malick, outrora sinónimo de longas ausências e culto, assume quase contornos de lugar comum. Por isso, não sabemos bem o que pensar de dois triângulos amorosos em que deverão participar Natalie Portman, Michael Fassbender, Cate Blanchett, Christian Bale, Rooney Mara e Ryan Gossling. Aparentemente, sobre o meio musical de Austin que o próprio filmou entre 2011 e 2012. (Voyage od Time?)

Weightless

Free Fire

Apesar de não ter ainda data de estreia o seu último filme High Rise, o novo do brit Ben Wheatley está quase pronto. O regresso ao cinema que o afirmou, num policial de 1978 entre dois gangues cercados entregues a um tiroteio final. Com Brie Larson, Armie Hammer, Cillian Murphy e Michael Smiley, actor habitual dos seus primeiros filmes.

The BFG

Spielberg regressão ao universo juvenil com a adaptação de um conto de Roald Dahl (Charlie e a Fábrica de Chocolate e Fantástico Sr. Raposo) sobre uma menina num orfanato que se torna amiga de um bom gigante. Prolonga ainda a colaboração com Mark Rylance (A Ponte dos Espiões) para o papel de gigante.

Juste la fin du Monde

O canadiano eternamente jovem Xavier Dolan (ainda apenas 26 anos, mas já na sua sexta longa metragem) serve-se agora de um cast francês para evocar a história de um escritor (Gaspard Ulliel) com uma doença terminal que regressa a casa para dizer à família que está a morrer. Ainda com Léa Seydoux, Marion Cotillard e Vincent Cassel. Outro com lugar reservado em Cannes?

War & Peace

Mini-série de 12 episódios sobre a adaptação do clássico de Tolstoi sobre a história de várias famílias aristocratas russas durante o reino imperial de Alexandre I. Com Aneurin Barnard, Jessie Buckley, Paulo Dano e Lily James (Downton Abbey).

war-and-peace

Finding Dory

Nemo e Dory voltam a cruzar-se em águas tépidas, desta vez centrando-se na esquecida Dory e das peripécias em que se envolve, numa história em que se fortalecem os laços familiares. Com Andrew Stanton, responsável pelos principais êxitos da Pixar, à frente das operações.

Sully

Aos 85 anos Clint Eastwood realiza o seu 35º filme, a história do piloto americano que conseguiu aterrar um avião cheio de passageiros no meio do rio Hudson, em Nova Iorque, em 2009. Mas algo estaria ainda para acontecer que arruinaria o seu estatuto de herói. Tom Hanks está no comando das operações, tendo Laura Linney como a sua mulher.

sully

La La Land

Damien Chazelle, o realizador do bravo Whiplash, não deu por terminado o seu tempo com o jazz, resgatando de novo JK Simmons, bem como Ryan Gossling e Emma Stone sobre a história do pianista Sebastian e a sua paixão por Mia, uma atriz de Hollywood, mas agora em ritmo de comédia musical.

Assassin’s Creed

Michael Fassbender é provavelmente dos actores em mais demanda actualmente. Desta feita, com a responsabilidade de dar credibilidade à adaptação do famoso videojogo. Cabe-lhe o papel original de Callum Lynch com a missão de explorar as memórias do antepassado Aguilar, acabando por perceber que descende de uma linhagem de assassinos pertencentes a sua sociedade secreta.

https://www.youtube.com/watch?v=K5C59PljZb0

E ainda em português…

Axilas

Este foi o projecto que o cineasta José Fonseca a Costa trabalhou nos derradeiros meses antes da sua morte, em Novembro passado. Trata-se de uma adaptação de um conto do autor brasileiro Ruben Fonseca (Axilas e Outras Histórias Indecorosas). Apesar de não ter terminado a rodagem, Fonseca e Costa terá deixado elementos suficientes para ser concluída. Seria sempre um dos filmes portugueses mais aguardados.

O Ornitólogo

O projecto muito pessoal de João Pedro Rodrigues há muito acalentado deverá ver a luz dos projectores no próximo Outono. Quem sabe, em Locarno onde o cineasta é muito bem vindo (e bem visto). Assim regressa JPR ao seu hobby prévio à observação e realização de filmes. O percurso parece lógico. Agora com ganas de ver a fita.

Aquarius

O novo filme do brasileiro Kleber Mendonça Filho está a gerar a maior curiosidade nos meios cinematográficos internacionais. Não só pelo talento do cineasta, mas também por contar com Sónia Braga no elenco de uma escritora e crítica de música na reforma que mora num edifício chamado Aquarius e que consegue viajar pelo tempo.

Aquarius

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Além Tejo (1)

Titãs cantam: “Comida”

A impostora

- Publicidade -