Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021

Atos do 2OUT levam 700 mil às ruas pelo #ForaBolsonaro

Houve manifestações em 304 cidades brasileiras, além de protestos em outros 18 países.

A sexta rodada de atos da Campanha Nacional #ForaBolsonaro sacudiu o País neste sábado (2). Houve manifestações em 304 cidades brasileiras, além de protestos em outros 18 países. Cerca de 700 mil pessoas participaram do 2OUT em defesa do impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

Em São Paulo, o ato ocorreu na Avenida Paulista e reuniu 100 mil manifestantes. Estiveram presentes Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL), Luciana Santos (PCdoB), Orlando Silva (PCdoB-SP), Jandira Feghali (PCdoB) e Manuela D’Ávila (PCdoB). Representantes do Centrão e da direita, como o vice-presidente da Câmara Federal, Marcelo Ramos (PL-AM), a senadora Simone Tebet (MDB-MS) e o ex-senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) mandaram vídeos.

Dez quadras da Paulista foram ocupadas, segundo os organizadores. As centrais sindicais – como CUT, Força Sindical, CTB e Nova Central – marcaram presença, assim como MST, MTST, CMP, Acredito, Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, UNE, ABI, Coalização Negra por Direitos e Direitos Já.

O ato em Belo Horizonte (MG) foi o maior dessa série contra Bolsonaro, mobilizando 30 mil pessoas. A concentração foi na Praça da Liberdade, de onde os manifestantes saíram em passeata até a Praça Sete.

Em Porto Alegre (RS), cerca de 80 mil manifestantes foram ao Largo Glênio Peres, no Centro Histórico, para protestar pelo impeachment de Bolsonaro. Eles saíram em passeata até o Largo Zumbi dos Palmares, na Cidade Baixa.

No Rio de Janeiro, os manifestantes lotaram o Palco Democrático, em frente à Igreja da Candelária. A deputada Jandira Feghalli puxou aplausos ao defender os cuidados contra a Covid-19 mesmo no protesto. “É bom que a imprensa mostre todo mundo de máscara, é bom que mostre que essa aqui é uma manifestação que defende a vida”, disse Jandira. Uma passeata contra Bolsonaro, batizada de Caminhada Pela Vida, percorreu a região central, terminando na Cinelândia.

No Recife (PE), uma manifestante foi atropelada durante o ato #ForaBolsonaro. Ela estava na comissão que garantia o diálogo entre os condutores e o manifestantes. Um condutor, que queria furar o bloqueio, começou a confusão, O motorista chegou a sacar uma arma enquanto a vítima pedia calma. A vítima ficou ferida em diversas partes do corpo, incluindo a cabeça, mas foi socorrida no local e encaminhada para o Real Hospital Português. Sustos à parte, 50 mil participaram do ato na capital pernambucana.

No exterior, os protestos contra Bolsonaro aconteceram em países como  Alemanha, Argentina, Canadá, Estados Unidos, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Porto Rico, Portugal, Suíça, Dinamarca, Bélgica, Áustria, Holanda, Irlanda, México e República Checa.

Os atos também respaldaram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que está em sua reta final, no Senado. Para João Pedro Stedile, coordenador do MST, a ampla representação das manifestações de hoje também vai conferir um apoio ao relatório que será apresentado pelo senador Renan Calheiros (MSB-AL) com as conclusões e encaminhamentos da comissão.

“Toda essa movimentação demonstra que a luta, o desejo, a vontade pelo #ForaBolsonaro continua presente, cada vez mais, em amplos setores da sociedade”, disse, em nota, a Campanha Nacional #ForaBolsonaro. “Este 2 de outubro demonstrou que, para além da luta pelo impeachment já do presidente, há uma crescente indignação do povo brasileiro com relação ao desemprego e ao aumento da fome e da miséria.”


Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -