Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021

A chanceler que veio do frio

José Mateus
Analista e conferencista de Geo-estratégia e Inteligência Económica

Chanceler Angela Merkel na neve

A direita pensante americana acusa Merkel de, com os seus “grandes disparates”, destruir a Europa (“As a result of these and other blunders by the ‘indispensable’ Merkel, Europe is facing a series of disabling crises”) e começa a vê-la como “a chanceler que veio do frio”… E vai ainda acabar por descobrir que, “undercover”, ela é uma velha amiga de Putin!

Depois disto e do novo discurso político de Theresa May, as direitas europeias (especialmente, as burras ‘talking heads” da direita portuguesa…) vão ter de rever e refazer as suas vulgatas e respectivas ‘cassetes’…

A vulgata neo-liberal já está morta e enterrada e foi a direita anglo-saxónica que a liquidou, enterrou e lhe rezou as exéquias! O que as esquerdas europeias não foram capazes de fazer (nem tentaram, sequer!), fê-lo a direita pensante anglo-saxónica! Thanks!

Merkel über Alles?

Merkel e Putin

Nota do Director

As opiniões expressas nos artigos de Opinião apenas vinculam os respectivos autores.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -