Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Julho 5, 2022

“Closer” ou a Guerra Perdida de Eric Zemmour

O candidato da extrema-direita às próximas ‘presidenciais’ francesas (um homem que faz de Marine Le Pen uma sensata moderada) poderá, em 2022, não vir a ser presidente da França mas… será pai de uma criança.

O problema para o candidato presidencial é que a mãe da criança não é a mulher com quem está casado mas uma assessora com idade para ser neta dele e filha de um seu amigo de longa data.

Daí que Zemmour tenha recorrido aos tribunais para impedir a circulação e venda da revista Closer (a ‘people’ que já divulgara o escândalo sexual do então presidente Hollande e que agora revela esta historieta) por “atentado à vida privada”… A “justiça”, porém, não lhe deu razão. E a Closer está nas bancas e na net!

Uma guerra perdida por Zemmour que revela um fraco conhecimento das lógicas da comunicação pois sem esse recurso (perdido) aos tribunais a “notícia” da Closer teria um impacto diminuto e nem se estaria aqui a falar do caso. Na “sociedade da informação”, a comunicação, como dizia o poeta, “comanda a vida”… E é fatal.


Exclusivo Tornado / IntelNomics

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Titãs cantam: “Comida”

Além Tejo (1)

A impostora

- Publicidade -