Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Setembro 20, 2021

Democracia amordaçada

Joaquim Jorge, no Porto
Biólogo, Fundador do Clube dos Pensadores

Cavaco Silva alertou que a nossa democracia está amordaçada. Não vou aqui questionar a figura de Cavaco Silva, há quem aprecie e há quem não aprecie. Não é disso de que se trata, mas sim, o que disse. A questão aqui é o seu alerta que é verdadeiro.

Há, uns anos atrás, Paulo Rangel disse que a nossa democracia sofria de claustrofobia. Estava no poder o PS, por José Sócrates.

A mordaça tem por finalidade não consentir que alguém fale. Há alguns jornalistas e até um director de um jornal que não concordam. Com certeza não sofrem na pele esse tipo de mordaça que pode ser dissimulada, disfarçada e encoberta.

Pretendo concorrer à CM Matosinhos como independente, para isso, criei o movimento Matosinhos Independente apoiada por uma Plataforma de Candidatura.

Uma candidatura autárquica necessita de se dar a conhecer, as suas ideias, ao que vem, o que pretende, o que pensa, isto é precisa de fazer reuniões e debater.

As associações e locais apoiados por dinheiros públicos pagos pelos impostos de todos os portugueses, mas distribuídos pela CM Matosinhos, receiam ceder um espaço para uma mera reunião. Alegam que podem perder subsídios e ficarem na lista negra da câmara.

Ora bem, evidentemente que posso continuar a falar, todavia dificulta-se ao máximo essa pretensão.

Mas, em democracia não chega falar, falar qualquer um fala, mas tem direito a utilizar locais públicos para se reunir e as suas ideias sejam divulgadas pela imprensa.

Então o que tenho feito, reúno em cafés, padarias, doçarias, etc.

A democracia em Matosinhos vive uma espécie de Omertà, há um pacto de silêncio que impede de cooperar com quem não é PS. O medo, a cobardia, não se querer incomodar, ser mais confortável.

Se isto não é mordaça, o que é? Democracia sim, mas se pensares como eu, caso contrário estás tramado.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -