Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Julho 22, 2024

Eleições Pacíficas baseadas na «Fraternidade Humana»

J.T. Matebian, em Timor-Leste
J.T. Matebian, em Timor-Leste
Correspondente em Timor-Leste.

O desejo de eleições parlamentares pacíficas em Timor-Leste foi expresso pelo Presidente da República, pelo Cardeal, pelo Presidente da CNE e pelo Representante diplomático do Vaticano em Timor-Leste.

A Conferência Nacional para Eleições Pacíficas, realizada no passado dia 12 no Salão «Lalini – Larigutu» da Comissão Nacional de Eleições (CNE), sob o lema, “A Fraternidade Humana como factor essencial para a consolidação da Paz e da Estabilidade Democrática”, juntou diversas entidades do país, nacionais e estrangeiras.

Segundo José da Costa Belo, Presidente da CNE, a Conferência Nacional para Eleições Pacíficas, baseou-se:

“ no espírito e na letra do documento sobre a Fraternidade Humana, subscrito por Sua Santidade Papa Francisco e pelo Grão Imame de Al-Azhar, Ahmad Al-Tayyeb, e aproveitando a vontade e boa cooperação entre a Presidência da República da RDTL, a Conferência Episcopal Timorense, a Comissão Nacional de Eleições (CNE), a Nunciatura Apostólica acreditada no País, a Comunidade Muçulmana e a Igreja Protestante de Timor-Leste”.

Foi com este espírito de “Fraternidade Humana” que José Ramos-Horta, Chefe de Estado, na qualidade de Laureado Prémio Nobel da Paz, proferiu uma prelecção intitulada “Importância dos Prémios Nobel da Paz nos Processos de Edificação da Paz e da Democracia em todo o Mundo”.

Salão «Lalini – Larigutu» da Comissão Nacional de Eleições (12/04/2023, Díli)

Igualmente, sob a moderação do Padre Bento Barros Pereira, Director Nacional da Missão de Timor-Leste, foram oradores Virgílio, Cardeal do Carmo da Silva, Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de Díli com a intervenção “O papel da Igreja Católica de Timor-Leste na consolidação da Paz, Democracia e Fraternidade Humana”, e Monsenhor Marco Sprizzi, Núncio Apostólico do Vaticano em Timor-Leste, dissertando sobre “Perspectivas e Acções do Vaticano para a Promoção da Paz e da Fraternidade Humana”.

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) também convidou e marcaram presença os representantes da Comunidade Muçulmana (Anwar da Costa) e da Igreja Protestante (Pastor Domingos Alves) de Timor-Leste.

Como Timor-Leste está a viver o período marcado pelas Eleições Parlamentares de 2023, estiveram na Conferência, para além dos Comissários, Directores e outros funcionários da CNE, representantes do STJ/Tribunal de Recurso, do Parlamento Nacional, do Governo, da Provedoria dos Direitos Humanos, da Procuradoria Geral da República, dos 17 (dezassete) Partidos Políticos candidatos às Eleições Parlamentares de 2023, das Forças de Defesa de Timor-Leste (FDTL), da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL), da UNDP, do corpo diplomático, das universidades, da comunicação Social e de outras entidades públicas e privadas.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -