Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Dezembro 3, 2022

Castelo Branco representa Portugal em Cannes

O filme A Fábrica realizado por Diogo Barbosa, com produção de Alexandre Pinto Lobo para o 48 Hour Film Project de Castelo Branco ganhou o prémio internacional de melhor uso do género e conquistou um lugar na seleção oficial do 48 Hour Film Project de Cannes que decorre de 18 a 22 de Maio.

O 48 Hour Film Project é a maior competição de curtas metragens do mundo com presença em mais de 130 cidades. Está em Portugal desde 2009 em Lisboa, e em Castelo Branco desde 2014. Já foram produzidos mais de 250 filmes em 48 horas entre Castelo Branco e Lisboa. Cada cidade terá o seu melhor filme a competir na grande final Filmapalooza. Os melhores filmes de cada ano são premiados e alguns são seleccionados para estar no Short Film Corner durante o festival de Cannes, numa sessão exclusiva do 48 Hour Film Project.

O filme A Fábrica começou por vencer no Castelo Branco 48 Hour Film Project 2019 e representou a cidade de Castelo Branco no Filmapalooza 2020 na cidade de Roterdão. A competição contou com os 142 melhores filmes de 48 Hour Film Project de todo o mundo. O filme “A Fábrica” conquistou o prémio de melhor uso do género e um lugar na selecção oficial para Cannes.

Mereceu 6 prémios na edição de Castelo Branco: Prémio Escolha do Público, Melhor Guarda-roupa, Melhor Direção de fotografia, Melhor Argumento, Melhor Realização e Melhor Filme e um novo prémio internacional com o uso de melhor género.

Da esquerda para a direita: Alexandre Pinto Lobo, Mark Ruppert (Fundador 48HFP), Diogo Barbosa

“A Fábrica” é um filme do género drama que conta com a participação de Vítor Norte, Rui Mendes, Carla Andrino, Hélder Agapito, Ana Eremin, Carla Vasconcelos, Fernando Pires, Filipe Cruz, Eduardo Gaspar, João Pedreiro, Marco Costa, Miguel Monteiro, Pedro Pernas, Ricardo Carriço, Sofia Nicholson, Vítor Silva Costa, Francisco Sacramento. O primeiro filme português a conquistar um prémio da competição 48HFP internacional. No final do Filmapalooza foram anunciados os filmes selecionados para Cannes e novamente “A Fábrica” a destacar-se. O percurso do filme já inclui ter sido finalista no Independent Shorts Awards Hollywood, e está nomeado para Melhor Curta-Metragem de Ficção nos Prémios Sophia da Academia Portuguesa de Cinema.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -