Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Julho 20, 2024

Gil, Gal e Nando Reis cantam para Marielle em Paris

O público pediu e a “Trinca de Ases” esperou o momento certo para lembrar a vereadora e ativista Marielle Franco, assassinada na noite de quarta-feira (14) no bairro do Estácio, no Rio de Janeiro. A canção escolhida foi “Lately”, de Stevie Wonder, sucesso de Gal nos anos 1990 na versão “Nada Mais”, de Ronaldo BastosO público pediu e a “Trinca de Ases” esperou o momento certo para lembrar a vereadora e ativista Marielle Franco, assassinada na noite de quarta-feira (14) no bairro do Estácio, no Rio de Janeiro. A canção escolhida foi “Lately”, de Stevie Wonder, sucesso de Gal nos anos 1990 na versão “Nada Mais”, de Ronaldo Bastos.

O show “Trinca de Ases”, reunindo os baianos Gilberto Gil e Gal Costa e o ex-Titã Nando Reis, lotou a casa de espetáculos La Seine Musicale neste sábado (17). A apresentação em Paris é uma das últimas da turnê europeia, depois de ter feito sucesso no Brasil.

O show nasceu de maneira improvisada, a partir de uma homenagem aos cem anos de nascimento de Ulysses Guimarães, em Brasília” Contou Gal em entrevista exclusiva à RFI Brasil. Veja um trecho abaixo:

Aos poucos o som foi ganhando forma, incorporando novas composições e dois jovens músicos extraordinários, o baixista pernambucano Magno Brito e o percussionista baiano Kainan do Jêjê. Somos mais que uma trinca de ases, somos uma “full hand” , pois temos também dois valetes” Brinca Nando Reis no palco. O baixista e vocalista tem sido chamado carinhosamente de “caçula” pela imprensa francesa. Ele comenta:

O “set list” traz vários sucessos dos três artistas, como “Baby”, “Esotérico” e “All Star”, além de três inéditas, feitas especialmente para o show: “Trinca de ases” (de Gil), “Dupla de ás” (de Nando Reis) e “Tocarte”, letra de Gil e que recebeu música de Nando. Gal também canta “Pérola Negra”, em homenagem a Luiz Melodia, que morreu no ano passado.

Na entrevista exclusiva à RFI Brasil, Gilberto Gil comentou que a atual situação de crise no Brasil reflete um retrocesso que é visto em outros países:

Por Patricia Moribe e Elcio Ramalho, na RF1 | Texto original em português do Brasil

Exclusivo Editorial Brasil247 / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -