Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023

Julien Assange está em perigo

Beatriz Lamas Oliveira
Beatriz Lamas Oliveira
Médica Especialista em Saúde Publica e Medicina Tropical. Editora na "Escrivaninha". Autora e ilustradora.

Julian Paul Assange é um editor e ativista australiano que fundou o WikiLeaks em 2006. O WikiLeaks recebeu atenção internacional em 2010 quando publicou uma série de documentos fornecidos pelo militar Chelsea Manning sobre operações no Iraque e Afeganistão.

O que é a Wikileaks?

É uma organização anti-sigilo, fundada em 2006 como uma plataforma para os denunciantes anónimos fornecerem informações classificadas e tornados secretos basicamente para que o público ignore as actividades clandestinas dos serviços secretos em todo o mundo. Em 2015, o Wikileaks transformou-se numa plataforma que publicou mais de 10 milhões de documentos, muitos dos quais ultra-secretos. Desde o seu lançamento em 2006, o Wikileaks divulgou os detalhes de segurança nacional, guerra e política para a indústria cinematográfica.

Quem é Julian Assange

Julian Paul Assange é um editor e ativista australiano que fundou o WikiLeaks em 2006. O WikiLeaks recebeu atenção internacional em 2010 quando publicou uma série de documentos fornecidos pelo militar Chelsea Manning sobre operações no Iraque e Afeganistão.

Julian Assange e a comissão dos Direitos Humanos das Nações Unidas

O tratamento, ou a falta dele, a que  Julian Assange está a ser submetido coloca a sua vida “em risco”, afirmou Nils Melzerum especialista em direitos humanos da ONU que visitou Assange na  na prisão de Belmarsh, no UK, onde enfrenta a ameaça de extradição da Grã-Bretanha para os Estados Unidos. O relator especial da ONU sobre tortura e outros tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes, apontou categoricamente a “situação desumana” à qual o co-fundador do Wikileaks está a ser submetido na prisão do Reino Unido. Assange sofre de arbitrariedade e abuso que podem em breve acabar custando a sua vida”, acrescentou o especialista independente da ONU.

Depois de sete anos passados na Embaixada do Equador em Londres, Nils Melzerum afirmou que Assange  sofre de “problemas de saúde físicos” e mostra “todos os sintomas típicos de exposição prolongada a tortura psicológica, ansiedade cronica e intenso trauma psicológico”.

O editor do WikiLeaks enfrenta a extradição dos EUA depois de ser processado pelo governo por publicar informações que divulgavam crimes de guerra, graves violações dos direitos humanos, abuso, tortura e assassinato.

Juntamente com o Nils Melzer, especialistas e apoiantes em todo o mundo sustentam que o acesso de Julian Assange a advogados e documentos jurídicos foi bloqueado. Isso torna impossível o  seu direito fundamental de se preparar para a sua defesa contra a extradição dos EUA, há uma semana, o denunciante perdeu o direito legal para pedir que a audiência de extradição dos EUA, prevista para fevereiro de 2020, seja prorrogada.

O Que é a Defend Wikileaks

Sobre o Fundo de Defesa do WikiLeaks

O Fundo de Defesa do WikiLeaks promove atividades  públicas para defender Julian Assange e outros jornalistas do WikiLeaks. O Fundo apoia uma equipa de campanha muito dedicada, que trabalha com órgãos de comunicação social de todo o mundo para dar apoio ao WikiLeaks e ao direito do público de conhecer a verdade sobre muitos factos que os governos quereriam escondidos.

O que são a Fundação da Coragem e o Fundo de Defesa

O Fundo de Defesa é administrado pela Courage Foundation – um fundo auditado pela Sterling Partners no Reino Unido com o objetivo de fornecer defesa legal e ajuda de campanha a denunciantes e fontes jornalísticas. A Courage Foundation é uma organização internacional que apoia aqueles que arriscam a vida ou a liberdade a fazer contribuições significativas para o registo histórico. Também faz campanhas pela proteção dos que arriscam a contar a verdade e pelo direito do público a sabê-la. A Courage Foundation é supervisionada por um comité de curadores não remunerado.

O WikiLeaks é seu oitavo beneficiário. Os termos do fundo e de seus administradores podem ser obtidos na Derek Rothera & Company.

Aprender, pesquisar, saber, ter opinião, dá trabalho mas vale a pena.


Por opção do autor, este artigo respeita o AO90


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -