Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Agosto 10, 2022

Ministro do Trabalho de Temer é afastado pelo STF em operação da PF

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (5) a 3ª fase da operação denominada por eles por “registro espúrio”, que investiga a suposta atuação fraudulenta na concessão de registros sindicais no Ministério do Trabalho.A operação foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu o ministro do Trabalho de Michel Temer, Helton Yomura, em decorrência das ações.

A Polícia Federal informa que foram cumpridos dez ma mandados de busca e apreensão, incluindo um no gabinete da Câmara do deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP). Yomura também foi impedido de frequentar o ministério ou manter contato com demais investigados ou servidores da pasta.

Também foi decretada a prisões temporárias, em Brasília e no Rio de Janeiro. Os mandados foram expedidos expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A PF diz ainda que a ação desta quinta-feira decorre de investigações e da coleta de material nas primeiras fases da operação, que indicam a participação de novos suspeitos e “apontam que importantes cargos da estrutura do Ministério do Trabalho foram preenchidos com pessoas comprometidas com os interesses do grupo criminoso, permitindo a manutenção das ações ilícitas praticadas na pasta”.

Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -