Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Maio 23, 2022

“Os Planos Bilderberg para Portugal”

João de Sousa
João de Sousa
Jornalista, Director do Jornal Tornado

Como o clube mais poderoso do mundo influencia o destino da nação

bilderberg-capa-livro

Neste livro não há alarmismos nem declarações de inocência. Há a dose certa de desconfiança, porque o Clube de Bilderberg obriga a isso mesmo. Aqui são colocadas muitas questões, na tentativa de esclarecer a maior das dúvidas: se não há qualquer intenção oculta, por que razão este clube é tão pouco transparente, tão avesso a dar informações? Por mais justificações que sejam apresentadas, não se pode apregoar a democracia, ser eleito, defender a liberdade de expressão e depois ter reuniões secretas num luxuoso hotel, com deslocações feitas muitas vezes às custas dos contribuintes e eleitores que neles confiaram para ter um mandato transparente.

Ao longo dos últimos seis anos, o jornalista Rui Pedro Antunes tem vindo a acompanhar e a investigar o Clube de Bilderberg, procurando recolher informações concretas, analisar as diferentes perspectivas, «pondo o pé na porta» que Bilderberg tenta sistematicamente fechar.

Com depoimentos exclusivos e dados muito recentemente, o autor tenta entender este corredor informal de poder (que passa também por Portugal e inclui vários portugueses de renome) e ajuda-nos a formar uma opinião estruturada sobre a real importância deste clube e a forma como influencia os mais poderosos.

“Em tempo de ditadura, reuniões secretas são um acto de coragem. Em tempo de democracia, são um acto de cobardia”

O clube mais poderoso do mundo alega total inocência e direito à privacidade. Mantém-se avesso a dar informações sobre os encontros que promove, mesmo quando para isso precisa do dinheiro dos contribuintes. Importa analisar os factos, as coincidências e as consequências, pela defesa da democracia. Sabia que… ?

  • Durão Barroso, Sócrates e Guterres passaram por Bilderberg antes de serem eleitos?
  • Pinto Balsemão convidou Marcelo Rebelo de Sousa para uma reunião do club, mesmo estando de relações cortadas com ele?
  • A crise «irrevogável» aconteceu pouco depois de Paulo Portas e António José Seguro terem estado ambos na mesma reunião?
  • Três dias antes do 25 de Abril, Bilderberg já estava na posse de dados sobre o golpe de estado?

Rui Pedro Antunes, nasceu em Salvaterra de Magos e estudou em Coimbra, onde se licenciou e começou a conviver de perto com o ambiente das redacções: foi editor de Internacional e chefe de redacção do Jornal Universitário de Coimbra – A Cabra, bem como repórter da Rádio Universidade de Coimbra. É jornalista do Diário de Notícias desde Setembro de 2008. É redactor da secção de Política, da qual esteve ausente durante quatro anos para integrar o grupo fundador da equipa de Grande Investigação do DN.

É coautor de cinco livros que resultam de grandes investigações jornalísticas, sendo um deles O Poder da Maçonaria Portuguesa (Gradiva, 2012). A maçonaria, o Opus Dei e as sociedades secretas em geral são temas que tem investigado ao longo da sua carreira jornalística. É também autor de um livro de ficção, com o qual venceu, em 2015, o concurso Novos Talentos FNAC Literatura.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

3 COMENTÁRIOS

Comentários estão fechados.

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -