Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 17, 2021

Paulo Guedes defende dar “sobras” a mais pobres para combater a fome

“Fazemos almoços onde às vezes há uma sobra enorme. Isso vai até o final, que é a refeição da classe média alta, até lá há excessos”, afirmou o ministro, em evento para anunciar projeto de flexibilização da validade dos alimentos.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, sugeriu nesta quinta-feira que sobras de alimentos de famílias de classe média e restaurantes sejam doadas a pessoas vulneráveis.

Ele também associou a fome à quantidade de comida consumida pela classe média brasileira, afirmando que, na Europa, as pessoas consomem “pratos relativamente pequenos”. Os brasileiros, segundo o ministro, cometem “excessos” na refeição e deixam “uma sobra enorme”.

“Fazemos almoços onde às vezes há uma sobra enorme. Isso vai até o final, que é a refeição da classe média alta, até lá há excessos”

“Como utilizar esses excessos que estão em restaurantes e esse encadeamento com as políticas sociais, isso tem que ser feito. Toda aquela alimentação que não for utilizada durante aquele dia no restaurante, aquilo dá para alimentar pessoas fragilizadas, mendigos, desamparados. É muito melhor do que deixar estragar essa comida toda”, afirmou.

Paulo Guedes deu as declarações durante um anúncio de projeto de flexibilização da regra que trata da validade de alimentos no Brasil, durante o 1º Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, realizado pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS)


Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -