Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Agosto 14, 2022

Petição oficial pede alteração de regras no referendo

Para a maioria dos cidadãos europeus, a adesão à CEE/UE foi o mesmo que “comprar um novo aparelho doméstico, tirá-lo da embalagem e ligá-lo”. Agora, que corre o risco de o ver explodir, vai finalmente “ler o livro de instruções”…

Britânicos buscam no Google “O que é a União Europeia?”

O serviço Google Trends, que mostra o que os internautas pesquisam no principal site de buscas no mundo, publicou na manhã desta sexta que, horas após o resultado do referendo, a frase “O que significa sair da UE?” (“What does it mean to leave the EU?”) era a mais pesquisada no Reino Unido.

o-que-e-a-ue

brexit-illustration

Lançada Petição para inclusão de novas regras

Uma petição lançada por cidadãos no site oficial do Parlamento britânico, sexta-feira (24/06), solicita que o governo do Reino Unido implemente uma regra que permita a realização de um novo referendo sobre a saída ou permanência do país da União Europeia.

“Nós que abaixo assinamos solicitamos que o Governo de Sua Majestade implemente uma regra de que se a votação por sair ou permanecer for menor do que 60% e baseada em uma participação de menos de 75% dos eleitores, então deverá haver outro referendo”, diz o texto.

O Parlamento é obrigado a avaliar formalmente a proposta, mas não há data para que isso ocorra.

Até ao momento (13h00 de 25 de Junho, hora de Lisboa), mais de 1.298 mil pessoas já assinaram a petição. De acordo com a legislação britânica, toda a proposta lançada no site do Parlamento que supere 100 mil assinaturas tem que ser analisada pelos parlamentares.

Na quinta-feira (23/06), 51,9% dos britânicos votaram em favor da “Brexit” (saída da UE). Com o resultado, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, que apoiou publicamente a permanência na UE, anunciou a renúncia ao cargo.

Em menos de um dia, a petição sobre um possível segundo referendo já é a 5ª mais assinada no site do Parlamento.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -