Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Junho 23, 2024

Portugal premia filme sobre o golpe de 2016 no Brasil

O filme sobre o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff venceu neste sábado (5) dois prêmios no festival de cinema IndieLisboa 2018, em Portugal. A produção sobre o impeachment de Dilma foi escolhido pelo público e pelo Júri Silvestre como melhor longa-metragem pela elegância da linguagem cinematográfica.

O filme sobre o impeachment da presidenta Dilma Rousseff venceu neste sábado (5) dois prêmios no festival de cinema IndieLisboa 2018, em Portugal.

O documentário “O Processo” de Maria Augusta Ramos é um filme de tribunal, que explica como se deu o golpe de Estado de 2016.

A cineasta acompanhou a equipe de defesa da ex-presidenta durante meses e o resultado é um documentário que coloca a nu os meandros da judicialização da política brasileira.

O premiado filme revela as traições e os interesses nos bastidores do Senado e do Congresso, ao som dos gritos de protesto vindos do exterior.

“O cinema político brasileiro nunca foi tão urgente”, diz o IndieLisboa 2018.

A produção sobre o impeachment de Dilma foi escolhido pelo público e pelo Júri Silvestre como melhor longa-metragem pela elegância da linguagem cinematográfica.

“O Processo” foi mundialmente lançado no Festival de Berlim, em fevereiro, e terá lançamento no Brasil no próximo dia 17 de maio.

Entervista de Maria Augusta Ramos:

Por Esmael MoraisTexto original em português do Brasil

Exclusivo Editorial Brasil247 (Blog do Esmael) / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne a censura subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -