Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 17, 2021

PSD e CDS sem pejo de arrastarem universidade na luta contra o governo

Estrela Serranohttps://vaievem.wordpress.com/
Professora de Jornalismo e Comunicação

Uma vez mais, na luta política não vale tudo.

Luís Montenegro. A ignorância manifestada pelos membros do PSD e do CDS que vieram a público achincalhar o governo e por arrasto a Universidade de Aveiro e o coordenador do estudo é gritante e preocupante,

É inacreditável que o candidato a líder do PSD, Santana Lopes, o ex-líder parlamentar do mesmo partido, Luís Montenegro, e a líder do CDS, Assunção Cristas, vão atrás da notícia de um jornal sem se informarem sobre a sua credibilidade, e que a pretexto de criticarem o governo ponham em causa a seriedade da Universidade de Aveiro e de um seu investigador com créditos firmados nos estudos políticos.

É o caso do painel de perguntas ao governo  elaboradas pelos cidadãos que participam num inquérito quantitativo de avaliação do segundo ano do Governo, organizado por aquela universidade, sob coordenação do professor universitário Carlos Jalali. para assinalar a passagem dos dois anos da entrada em funções do governo de António Costa.

A ignorância manifestada pelos membros do PSD e do CDS que vieram a público achincalhar o governo e por arrasto a Universidade de Aveiro e o coordenador do estudo é gritante e preocupante, tratando-se de destacados políticos que têm obrigação de saber o que são e como funcionam os estudos que recorrem a instrumentos de pesquisa como grupos de foco, entrevistas, questionários e inquéritos.

Naturalmente que as universidades e as empresas de sondagens que realizam esses estudos não trabalham gratuitamente e tal como as sondagens de opinião que o PSD e o CDS realizam têm um custo que é da responsabilidade de quem os encomenda.

No caso da sessão pública organizada pelo governo para apresentação das perguntas feitas por participantes no estudo, é evidente que as despesas de deslocação dos mesmos deve ser garantida pelo próprio governo.

Uma vez mais, na luta política não vale tudo.

Exclusivo Tornado / VAI E VEM

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -