Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

The walking dead

Hélder Costa
Actor, dramaturgo e encenador do Teatro A Barraca.

Desde há séculos que somos massacrados com espiritismos, lobisomens, vampiros, e outras avantesmas que fabricam a ignorância, o analfabetismo e, em consequência fácil, o medo.Mas, apesar de todas essas “habilidades”, a Humanidade tem feito o seu caminho. O século XVIII viu o apogeu do Iluminismo e os pontos máximos de viragem que foram a Revolução Norte-Americana e a Revolução Francesa de 1789.

Dessas lutas e Revoluções surgiram novos conceitos sociais e políticos: a Constituição, a separação de poderes, a cidadania, a garantia dos direitos humanos, o Estado laico oposto à Religião, mas tolerante com qualquer crença… e por aí adiante.

E agora, desenterrando o primarismo, a boçalidade, o ódio e o crime, surgiram figuras a que me apetece nomear de trogloditas, cavernículas, e outros mimos parecidos. Mas não quero ofender os nossos queridos antepassados que foram selvagens, canibais, criminosos, mas também souberam crescer. Para este novo fenómeno sociológico, só me lembro do Walking Dead. Esperemos como nos filmes de Hollywood, que no fim sejam exterminados.

Chamam-se essas abencerragens Trump e Bolsonaro.


Transferência Bancária

Nome: Quarto Poder Associação Cívica e Cultural
Banco: Montepio Geral
IBAN: PT50 0036 0039 9910 0321 080 93
SWIFT/BIC: MPIOPTPL

Pagamento de Serviços

Entidade: 21 312
Referência: 122 651 941
Valor: (desde €1)

Pagamento PayPal

Envie-nos o comprovativo para o seguinte endereço electrónico: [email protected]

Ao fazer o envio, indique o seu nome, número de contribuinte e morada, que oportunamente lhe enviaremos um recibo via e-mail.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -