Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Julho 22, 2024

Timor-Leste tem 16 candidatos presidenciais

J.T. Matebian, em Timor-Leste
J.T. Matebian, em Timor-Leste
Correspondente em Timor-Leste.

O Tribunal de Recurso de Timor-Leste validou 16 candidaturas para as eleições presidenciais de 19 de Março de 2022. No grupo dos candidatos presidenciais há um ex-padre, ex-presidentes, um ex-militar, ex-diplomatas, dirigentes partidários, entre outros.

Após ter confirmado que cada candidatura tinha um número mínimo de cinco mil eleitores apoiantes de todo o território e os três requisitos do Artigo 2º do Decreto do Governo Nº1 /2022 de 10 de Janeiro estarem preenchidos (cidadania originária, idade mínima de 35 anos e uso das capacidades), o Tribunal de Recurso aceitou dezasseis das dezassete candidaturas de cidadãos que aspiram ao lugar de Presidente da República.

Nº de Ordem Candidato (m/f)
1 Isabel Ferreira
2 Hermes da Rosa Correia Barros
3 Ângela Freitas
4 Rogério Lobato
5 Anacleto Ferreira
6 Francisco Guterres / Lu-Ólo
7 Milena Pires
8 Lere Anan Timur
9 Armanda Berta dos Santos
10 Antero Bendito da Silva
11 Constâncio Pinto
12 Virgílio Guterres
13 Martinho Gusmão
14 José Ramos-Horta
15 Felisberto Araújo Duarte
16 Mariano Assanami Sabino

 

A ordem que irá constar nos Boletins de Voto (ver Tabela) foi hoje sorteada e os mesmos serão impressos na Imprensa Nacional.

Comissão Nacional de Eleições organiza rituais tradicionais, pacto e debate

O período da campanha eleitoral tem a “duração de quinze dias e termina dois dias antes do dia designado para a eleição” (Artigo 4º do Decreto do Governo nº 5/2017 de 27 de Fevereiro), portanto, tem início no dia 2 e termina dia 16 de Março de 2022.

O Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), José Agostinho Pereira da Costa Belo, já agendou encontros com o Presidente da República e o Primeiro Ministro para informar sobre o processo de preparação das eleições que incluirão rituais tradicionais em todos os Municípios e na Região Especial Administrativa de Oé-cussi e Ambeno (REAOA), bem como, um debate entre todos os candidatos.

Um outro momento que se aguarda com muita expectativa é a Cerimónia de Assinatura de um Pacto para Eleições Pacíficas, a ser rubricado por todos os Candidatos Presidenciais, com a presença de diversos convidados.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -