Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Abril 14, 2024

10 empresas detêm todas as marcas de produtos alimentares do mundo

10-companies
Image via Oxfam

 

Por trás das centenas de produtos à nossa disposição, apenas 10 empresas são responsáveis pela produção e fabrico de quase tudo o que atiramos para dentro do carro de compras.

Assim, quer esteja à procura de refrigerante de laranja ou batatas fritas com sabor a café com leite… a Mondelez, a Kraft, a Coca-Cola, a Nestlé, a PepsiCo, a P & G, a Johnson &Johnson, Mars, a Danone, a General Mills, a Kellogs e a Unilever produzem praticamente tudo o que lhe apeteça comprar. Ao que parece, a teoria dos seis graus de separação estará provada, nem que seja pelo facto de todos nós bebermos uma Cola Diet de vez em quando.

Para demonstrar essa afirmação, a Oxfam Internacional criou um infográfico abrangente que revela o extenso alcance das “Big 10″ empresas de produtos alimentares e bebidas. Improváveis laços entre marcas e produtos, que não associamos entre si, mostram como é fácil estar mal informado sobre o sistema americano de produção de alimentos.

Por exemplo, a PepsiCo produz barras de cereais Quaker e a Nestlé, as barras de Kit Kat, mas também as tartes congeladas California Pizza Kitchen. Para admiração de muitos, a Fanta com sabor a ananás não é originária das míticas ilhas Fanta, mas enlatada, ao lado de cerveja na fábrica da coca-cola.

Deste modo, as grandes corporações esmagam quaisquer intentos de pequenas e médias empresas competirem e se afirmarem no mercado. De acordo com o relatório da Oxfam,”as maiores empresas de alimentos e bebidas do mundo têm muito poder – mas nós temos mais. E porque não o usam para ajudar as comunidades carenciadas ou o planeta, podemos usar o nosso para alterar a forma como fazem negócios.”

Se pretende evitar contribuir para os lucros das 10 maiores, tente fazer compras em lojas locais, em mercados de agricultores e desista por completo de refrigerantes e alimentos altamente processados. O seu corpo vai agradecer-lhe por isso a longo prazo, de qualquer forma.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -