Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Setembro 25, 2022

A crescente competitividade da Primeira Liga

Os últimos três anos da Primeira Liga Portuguesa de futebol têm mostrado que esta competição está cada vez mais equilibrada entre as equipas que nela participam. Apesar de os dois últimos vencedores do título terem ganho a competição por cinco pontos, os últimos três anos tiveram três vencedores diferentes, o que mostra a sua cada vez maior imprevisibilidade.

A Primeira Liga Portuguesa tornou-se, assim, uma das maiores e mais fortes ligas na Europa, atraindo cada vez mais fãs de futebol, e criando muitas oportunidades de ganhos nas melhores plataformas de apostas para os adeptos desta modalidade. Além de apostarem nas equipas mais populares, a ascensão de algumas equipas aos lugares cimeiros proporciona muitas oportunidades aos apostadores que se mantêm informados e acompanham regularmente as partidas e as notícias desta competição.

Depois de, na época passada, o Sporting ter quebrado o jejum de campeonatos, em que Benfica e FC Porto dominavam os títulos, esta época mantém-se muito competitiva entre os três grandes clubes portugueses. A época ainda está longe de terminar, o que dá ainda mais imprevisibilidade à Primeira Liga. Algumas equipas historicamente menos competitivas, têm-se tornado mais fortes e estão agora com as mesmas capacidades para chegar ao título do que os três grandes. O SC Braga, por exemplo, ao longo da última década, terminou fora dos quatro primeiros lugares, anos em que equipas como o Sporting chegaram a cair ao sétimo lugar. Mas, na época passada, Sporting, Porto, Benfica e SC Braga terminaram no topo da tabela, mas perderam mais pontos contra equipas na metade de baixo da tabela dos anos anteriores, o que mostra também o ganho de força das equipas que, geralmente, se posicionam no fim da tabela. Além disso, pela primeira vez em nove anos, na época 2020/2021, os quatro primeiros classificados conquistaram, em conjunto, menos de 70% dos pontos disponíveis. Este fator demonstra o quão competitiva a liga parecia ser em comparação com as épocas anteriores.

Esta época, o FC Porto tem sido a equipa mais sólida e com maior vantagem. O FC Porto é um dos tradicionais favoritos a vencedor da Liga e, com 28 golos nos 11 primeiros jogos, tem sido o maior goleador até ao momento. A dupla de ataque de Luiz Díaz e Mehdi Taremi tem sido a aposta do treinador Sérgio Conceição, juntamente com uma equipa forte e consistente, como já vem sendo hábito no plantel nortenho.

Com uma equipa sólida, o campeão Sporting pretende renovar o título, e, até agora, tem tido uma prestação impressionante em relação a muitas das épocas anteriores. A equipa de Rúben Amorim tem uma defesa forte, tendo, nos primeiros 11 jogos, sofrido apenas quatro golos. A uma defesa forte soma-se o ataque, liderado por Paulinho e Pedro Gonçalves. Mantendo este nível de jogo e táctica, o Sporting é um claro candidato ao título desta época.

Dos três grandes, o Benfica tem sido o menos consistente nesta época. Com alguns resultados menos bons no início da época, o clube aposta na qualidade do seu plantel para tentar recuperar pontos perdidos em relação aos seus oponentes diretos, FC Porto e Sporting.

Nos últimos anos, o SC Braga tem sido uma equipa que se tem equiparado aos três grandes, lutando também pelos primeiros lugares na tabela de classificação. Na última época, esta equipa foi bastante ofensiva, e mudou recentemente a sua configuração, com novos jogadores em relação ao início da época. Apesar de tudo, a equipa tem conseguido manter a competitividade durante os jogos e espera terminar a Liga nos primeiros lugares, atenuando ainda mais a diferença em relação ao Sporting, Benfica e FC Porto.

Por outro lado, o Estoril, por exemplo, é uma equipa que regressou recentemente à Primeira Liga, mas que tem tido uma prestação inesperada e muito positiva, tendo-se mantido posicionado na primeira metade da tabela de classificação. Ao contrário do Estoril, o Paços de Ferreira conseguiu chegar ao 5.º lugar na época 2020/2021, mas, este ano, mantém-se nos últimos lugares da tabela, arriscando a descida para a Segunda Liga se não conseguir algumas vitórias entretanto. O Santa Clara está numa situação muito semelhante, tendo ficado na época passada em 6.º lugar, mas sem conseguir, neste momento, estar longe de arriscar a descida de divisão. Este tipo de imprevisibilidades permitem grandes oportunidades de ganhos para os fãs de futebol que utilizam plataformas de apostas online.

Assim, espera-se que existam ainda muitas surpresas durante os restantes jogos da Primeira Liga nesta época 2021/2022, o que proporciona muitas oportunidades e emoções aos adeptos e fãs, com muitas possibilidades de apostarem e vencerem nas suas equipas e eventos favoritos, ou naqueles que possuem melhores odds e oportunidades de lucros.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -