Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Novembro 27, 2021

A guerreira Anita Garibaldi virou grande referência da luta por igualdade

Heloísa Gonçalves de Santana
Professora aposentada, secretária da Mulher da CTB-SP, Conselheira Regional de Representantes da Subsede Marília da Apeoesp e integra o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Marília (SP)

Esta segunda-feira (30) marca o aniversário de uma das mais importantes personagens da história do Brasil, a guerreira revolucionária Anita Garibaldi. Marca o bicentenário dessa lutadora que largou o marido para viver com o revolucionário italiano Giuseppe Garibaldi no século 19.

Nascida em família pobre na cidade de Laguna, Santa Catarina, Anita foi fundamental na linha de frente da Guerra dos Farrapos, de 1835 a 1845, e desejava a formação de uma República. A força bélica imperial derrotou a revolta, mas Anita se destacou tanto nessa guerra e na luta pela unificação da Itália que se tornou a “Heroína de Dois Mundos”.

Sua relevância é tamanha que em abril de 2012 foi sancionada a Lei 12.615 inscrevendo seu nome no Livro dos Heróis da Pátria, depositado no Panteão da Liberdade e da Democracia, em Brasília. Uma mulher à frente do seu tempo. Vilipendiada pelos inimigos, Anita resistiu a tudo e se destacou em todos os movimentos dos quais participou, sempre em defesa da liberdade.

“Ela foi mulher, enfermeira e soldado ao lado de Garibaldi. De espingarda na mão, estava na linha de frente nas batalhas e, muitas vezes, usou sua condição de mulher para impulsionar os soldados que eventualmente se acovardavam”, como escreveu o historiador e jornalista José Carlos Ruy (1950-2021).

Muito importante lembrar dessa pioneira e destacar a sua bravura, se impondo num mundo masculino e mostrando que o lugar da mulher é onde ela quiser. O seu fervor revolucionário valoriza a luta da mulher por igualdade de direitos em todos os níveis da vida.

As conquistas das mulheres através dos tempos se devem a muitas heroínas como Anita Garibaldi que não se curvaram à opressão. O exemplo dessa guerreira nos inspira a seguir em frente para acabar com as desigualdades que impedem o progresso humano.

Anita Garibaldi inspira também a campanha pelo Fora Bolsonaro e contra o projeto neoliberal imposto por governadores como João Dória, em São Paulo, e outros de diversos outros estados que destroem as conquistas fundamentais para a construção de um país mais justo e igual, onde as mulheres possam ir e vir sem medo de serem livres felizes.


Texto em português do Brasil

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -