Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Julho 6, 2022

A tecnologia no centro da ofensiva dos EUA contra a China

Já está claro que a guerra comercial travada por Trump há mais de dois anos não tem nada de puramente comercial, analisa Ivo Chermont, sócio e economista-chefe da Quantitas Asset, no site InfoMoney. O objetivo não pode ser apenas reduzir o déficit de US$ 200 bilhões a US$ 300 bilhões entre os dois países, diz ele.

Os objetivos são maiores e têm relação com a importância que a China vem obtendo ano a ano no mercado de inteligência artificial, robótica e todo aquele cenário Blade Runner que volta e meia a gente se depara em vídeos institucionais ou relatos de viajantes para a China ou Vale do Silício”.

“E é por isso que a Huawei está no centro da disputa”, complementa.

E no meio disso, afirma, está o setor de tecnologia. E aí o emaranhado e as interdependências dos países são maiores ainda.

Por um lado, a China possui a maior e principal empresa de 5G, a Huawei. As duas únicas competidoras mundiais seriam as nórdicas Nokia e Ericsson. Caso os EUA tomem medidas extremas a ponto de asfixiar a empresa, estima-se que o impacto que teria sobre os preços da tecnologia 5G seria gigantesco. Portanto, os EUA possuem uma certa dependência da Huawei, avalia.

Por outro lado, para a China desenvolver tecnologia, faz-se necessário um setor de semicondutores, cujo maior ofertante global, de longe, são os EUA. Portanto, a China tem duas alternativas: ser um ótimo cliente dos semicondutores americanos ou demorar alguns anos para talvez desenvolver o próprio. Até lá, a China terá ficado para trás.

E o labirinto continua, prossegue o articulista. Para o setor tecnológico americano, há um insumo necessário chamado de “terras raras”. Cerca de 80% da produção dessas terras raras vem da China.

É isso mesmo. Há uma situação de quase monopólio e quase monopsônio de um lado a outro que torna quase inviável imaginar que os dois países vão romper de vez. Há muita coisa em jogo. E tampouco há um interesse que isso aconteça.


Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado


 

Transferência Bancária

Nome: Quarto Poder Associação Cívica e Cultural
Banco: Montepio Geral
IBAN: PT50 0036 0039 9910 0321 080 93
SWIFT/BIC: MPIOPTPL

Pagamento de Serviços

Entidade: 21 312
Referência: 122 651 941
Valor: (desde €1)

Pagamento PayPal

Envie-nos o comprovativo para o seguinte endereço electrónico: [email protected]

Ao fazer o envio, indique o seu nome, número de contribuinte e morada, que oportunamente lhe enviaremos um recibo via e-mail.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Caminhar

Boa pergunta

VER…

- Publicidade -