Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Junho 23, 2024

A Virgem, o Menino e Sant’ana, Leonardo da Vinci

Guilherme Antunes
Guilherme Antunes
Licenciado em História de Arte | UNL

“A Virgem, o Menino e Sant’ana”, de Leonardo da Vinci, uma das figuras mais importantes do Alto Renascimento.Está passada, felizmente, esta fase anual da suprema hipocrisia, em que as televisões ululam de prazer extra-sensorial com a exibição patibular de reportagens dos “pobrezinhos” a usufruírem de UMA refeição feita “à maneira”, como mostra nacional da santa caridade.

Agoniado com tanta bondade de tão poderosas personagens catolizadas, procurei aliviar-me com a sensibilidade e o talento insuperável do grande Leonardo.

Esta pintura é uma composição piramidal, como tipificava a pintura do Renascimento, impõe-se a grande superioridade do desenho, que assinala destacadamente a Escola florentina.

Nota-se uma delicadeza quase emotiva (nossa) nos rostos semelhantes de mãe e filha. Maria de olhar envolvente sobre o filho e Sant`Ana, por cima, observando todo o espaço familiar.

Este é, absolutamente, um ambiente de paz, que o homem pôde proporcionar pela arte incomparável (digo eu) da Pintura.

Leonardo da Vinci  1452-1519

Nasceu em Anchiano, pequena aldeia toscana perto de Vinci. Passou a maior parte do início de sua vida profissional a serviço de Ludovico Sforza, em Milão.

Leonardo da Vinci era, como até hoje, conhecido principalmente como pintor. No entanto, foi também escultor, arquitecto, matemático, urbanista, físico, astrónomo, engenheiro, químico, naturalista, geólogo, cartógrafo, estrategista e inventor italiano.

Leonardo da Vinci é considerado por muitos como o maior génio da história, devido à sua multiplicidade de talentos para ciências e artes, e pela sua engenhosidade e criatividade.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -