Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Julho 23, 2024

“…ALÉM DO BOJADOR, ALÉM DA DOR!”

Bojador_Carlos Fino_20151215DA SÉRIE ‪#‎BRASIL EM TRANSE

“…ALÉM DO BOJADOR, ALÉM DA DOR!”

por ‪#‎Carlos ‪#‎Fino

Uma nova etapa da Operação Lava-Jato contra a corrupção foi hoje desencadeada pela Polícia Federal com mais de 50 mandados de busca e apreensão executados desde madrugada em todo o Brasil, incluindo na residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, aqui em Brasília.

A nova etapa da Lava-Jato tem o nome de código de Operação Catilinária – uma alusão aos célebres discursos de Cícero contra Lúcio Catilina, que pretendia impor um golpe e dissolver o Senado romano: “Até quando, Catilina, abusarás da nossa paciência?!”.

As investigações, desencadeadas em Março de 2014, já levaram à detenção e condenação de dezenas de políticos, industriais e banqueiros e acabaram por gerar uma crise institucional, numa luta aberta entre poderes, de todos contra todos, que se veio juntar à crise económica e à crise moral e política, ameaçando paralisar o o país.

O orçamento para 2016 ainda não foi aprovado porque parte dos deputados – incluindo do PMDB, aliado do PT no governo – fazem agora uma espécie de guerrilha institucional contra a presidente , que querem ver afastada do poder num processo de impugnação.

O processo teve início, mas foi momentaneamente suspenso pelo Supremo Tribunal Federal/STF, órgão que aqui é correntemente solicitado a intervir, numa espécie de judicialização da política, que acaba também por provocar uma politização do judiciário, com os membros do STF a pronunciarem-se publicamente com frequência, defendendo posições contrárias uns contra os outros.

Falando hoje em cerimónia pública no Congresso, onde foi questionado sobre até onde iriam as investigações, o representante da Procuradoria Geral da República/PGR devolveu a questão, perguntanto por seu turno até onde é que os investigados tinham ido em termos de corrupção. E rematou, citando Fernando Pessoa, afirmando que pela sua parte a PGR iria até onde for preciso: “Se for necessário – disse – iremos além do Bojador, além da dor”…”

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -