Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Julho 5, 2022

Angola constrói Hospital Materno-Infantil de nível internacional

O Presidente da República de Angola inaugurou esta manhã, em Luanda, o Hospital Materno Infantil «Dr. Manuel Pedro Azancot de Menezes», uma unidade hospitalar de referência internacional.

O Hospital Materno-Infantil “Dr. Manuel Pedro Azancot de Menezes” foi inaugurado dia 1 de Junho de 2022, por João Lourenço, na companhia da Primeira Dama. Também estiveram presentes a ministra da saúde, a directora da unidade hospitalar,  familiares do médico cirurgião-ginecologista que deu nome ao hospital e outros convidados.

A Unidade Hospitalar está situada no Distrito Urbano do Camama, Município de Belas, Zona Sul de Luanda, ocupa uma extensão de 40.483 metros quadrados e tem uma área de 45 mil metros quadrados.

O edifício tem 10 andares, três dos quais subterrâneos, comporta três blocos, com serviços de urgências clínicas, sala de partos, obstetrícia e ginecologia, pediatria, fisioterapia e reabilitação física e cirurgia.

Avaliado em 179 milhões de dólares, o hospital possui ainda uma unidade para queimados, para terapia respiratória, laboratórios para análises clínicas, sistema de imagiologia e radiodiagnóstico, uma morgue e um parque de estacionamento para 520 viaturas.

Segundo informações oficiais divulgadas pela Agência de Notícias Angop, a obra foi realizada pela empresa portuguesa de construção Casais, foram utilizadas as melhores e mais modernas soluções para edificação de hospitais, a partir de um projecto de infra-estrutura centrado nos fluxos de atendimento e no bem-estar dos trabalhadores, pacientes e seus familiares.

Com a construção deste importante centro hospitalar, foram criados novos postos de trabalho, com a contratação de 693 trabalhadores, sendo 612 nacionais e 81 estrangeiros.

Segundo a mesma fonte, o Governo angolano, por meio do Ministério da Saúde, construiu o hospital com o intuito de aumentar a oferta da prestação qualificada de serviços de saúde às grávidas e aos bebês.

 

A homenagem ao Dr. Manuel Pedro Azancot de Menezes

Natural de São Tomé e Príncipe, Manuel Pedro Azancot de Menezes nasceu em 25 de Março de 1923, e era médico especialista em cirurgia-geral e ginecologia formado pela Universidade de Lisboa, tendo-se notabilizado em Angola, Cabo Verde, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Durante 35 anos dedicou-se, com afinco, sabedoria, competência, simplicidade, ética e integridade a uma causa nobre, a medicina.

Manuel Pedro Azancot de Menezes, que faria, se estivesse vivo, a 25 de Março deste ano, 99 anos de idade, trabalhou em  Angola, em várias províncias: Moxico, entre 1964 e 1968, em Benguela, de 1969 a 1970, Malanje, entre 1971 e 1972; e desta data em diante, em Luanda.

Na capital de Angola, trabalhou no Hospital de São Paulo (actual Hospital Américo Boavida), até 1975, e de 1975 a 1983 (data da sua morte), na Maternidade Lucrécia Paim.


por Luís dos Santos, Angola

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Titãs cantam: “Comida”

Além Tejo (1)

Caminhar

- Publicidade -