Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Junho 14, 2024

Argenteuil, Édouard Manet

Guilherme Antunes
Guilherme Antunes
Licenciado em História de Arte | UNL

“Argenteuil”, de Édouard Manet. Foi um pintor e artista gráfico francês e uma das figuras mais importantes da arte do século XIX.

Farol dos jovens impressionistas, Manet, todavia, não ousava misturar a sua pintura ao lado daqueles. Mantinha uma certa litigância “snob” de criação inventada no estúdio. Jamais exporia, disse, com o «grupo de Monet, acima de tudo, nunca com Cézanne».

É com este trabalho que passa para o lado de “cá”, que abandona a”pintura pura” e se deixa ir através da “ilustração”, assumindo a estética do “plein air”.

Monet ou Manet? Monet. Mas é a Manet que devemos este Monet. Bravo Monet. Obrigado Manet.

Édouard Manet  1832-1883

Considerado por estudiosos de artes plásticas como um dos mais importantes representantes do impressionismo francês, embora muitas de suas obras possuam fortes características do realismo.

Frequentemente inspirado pelos mestres clássicos e em particular pelos espanhóis do Século de Ouro, Manet influenciou, entretanto, certos precursores do impressionismo, em virtude da pureza de sua abordagem. O que o interessava, mais do que a observação realista, era a solução de problemas plásticos, inclusive em suas recriações de quadros célebres. Nesse sentido, mais do que precursor do impressionismo, é precursor da pintura moderna

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -