Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Outubro 23, 2021

Berlinda de D. Maria I

Guilherme Antunes
Licenciado em História de Arte | UNL

Berlinda de D. Maria I (1789). Museu Nacional dos Coches

Os coches são uma manifestação elegante da arte do Barroco imprescindível ao aparato das monarquias europeias. Em Portugal, é D. João V que personifica a aura criativa destes carros, exibindo um fausto do mais requintado exibicionismo. Os materiais eram de grande riqueza, seja pelas madeiras exóticas a que juntava o veludo, a prata, o cristal, etc.

Esta berlinda inspira-se na exuberância do coche do “Magnânimo”, feita por causa da inauguração da basílica da Estrela (1789), não obstante as angústias que chegavam de França, que havia de perder o Bourbon.

Informação adicional

Berlinda de D. Maria I
Século: XVIII (final)
Viatura: de aparato
Trabalho: Português
Dimensões: 567 x 189 x 275 cm
Local: Museu Nacional dos Coches, Lisboa, Portugal


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorStreet art em Sampa
Próximo artigoStreet art em Sampa
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -