Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023

Bolsonaro está prestes a se tornar réu em processo criminal

Procuradores estão pressionado o chefe da PGR a abrir uma ação criminal contra o ex-presidente por incitar atos golpistas.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, está sendo pressionado para abrir ação criminal contra Bolsonaro por incitação aos atos golpistas que resultaram na invasão e depredação dos prédios da Praça dos Três Poderes.

Se isso acontecer e for aceito pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-presidente pode ser tornar, pela primeira vez, réu em processo criminal.

De acordo com a coluna Painel da Folha de S.Paulo, a pressão está sendo feitas por diversos procuradores que fazem parte do grupo estratégico criado pela PGR após os atos golpistas.

Eles solicitaram informações do ministro do STF Alexandre Moraes sobre a publicação para avaliar o alcance e as circunstâncias da postagem no Facebook de um vídeo do ex-presidente colocando, mais uma vez, em dúvida o resultado das eleições. A postagem foi feita dois dias depois dos atos golpistas em Brasília.

“O subprocurador-geral da República Carlos Frederico, que assina a representação, pediu que seja determinado à Meta (dona do Facebook) a preservação do vídeo apagado e os metadados referentes à postagem, como data e IP, para ‘melhor auferir sua autoria’. Também quer saber informações a respeito do alcance do vídeo, como o número de compartilhamentos e comentários”, diz a coluna.

“Dezenas de procuradores cobraram o chefe da PGR abertura de investigação criminal contra Bolsonaro por incitação ao golpe logo depois da destruição dos prédios da República. Genocida não vai ter como escapar dos crimes que cometeu, a ficha corrida é longa”, escreveu no Twitter a deputada Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT.

O líder do governo no Congresso, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), diz que Bolsonaro não pode ficar impune. “Sem impunidade! Cerca de 80 Procuradoras e Procuradores da República apresentaram hoje uma representação ao PGR contra Bolsonaro por incitação ao CRIME em relação a atos criminosos após as eleições. As nossas instituições FUNCIONAM e vão mostrar a força democrática do Brasil”, postou.


por Iram Alfaia | Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial PV / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -