Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Novembro 27, 2021

Botifarra amb seques*

João Vasco AlmeidaEstá tudo estragado: um comentador diz que a Marisa é sexy e caiu-lhe o Carmo e a Trindade em cima. Venho defendê-lo e apelar a insultos de machista e porco.

Vamos a eles! José Manuel Diogo disse esta semana, nesta crónica do JN, que a Marisa Matias era uma marota e andava com slogans e fotos todas erotico-políticas, sublinhando que já Catarina e Mariana tinham piscado o olho ao eleitorado com estas balzaquianices. Manuel Diogo foi enxovalhado nas redes sociais, como porco machista, atrasado e caduco, além de alguns insultos.

Parou a carruagem! Eu não vejo mal nenhum em ter cartazes sexy na campanha. Por exemplo, o “Vota Edgar”, com aquele antigo padre bermelho a piscar-me o pulôver e a puxar-me a quadra natalícia para a rebeldia dá-me uma certa excitação manipulativa. Ou Soares da Névoa, a azul, uma campanha poupadinha e a uma cor, a olhar para baixo tristinho, qual menino da lágrima – quão mais apelador pode ser um cartaz que só nos pede colo?

E os de Maria de Belém? Aquele ar fresquito mas distante, o calor erótico do colar de pérolas de Ferreira Leite naquele corpo de sereia, pronto a receber uma festinha no pescoço, o azul dos olhos castanhos a saltar por debaixo da armação que a senhora traz no cabelo! E digam lá que o dr. Paulo da Corrupção não vos faz saltar uma veia de perversão num sonho muito badalhoco em que se deitam com o dono de uma funerária de Bonjóia?

Em suma, os cartazes de Marisa, com o famoso “uma por todos” ou o POV do novo outdoor é o mais honesto de todos: ali está uma mulher. Prontos.

Não se pode dizer pevide do candidato Marcelo, que esse já se queimou há anos. Quando foi candidato à Câmara de Lisboa uns engraçadinhos mandaram fazer um autocolante com o dizer “tv” e pespegaram o dito ao lado do apelido do candidato. Lia-se então “TV Marcelo”, que era o nome da mais famosa firma de arranjo de televisores da cidade… E quão premonitórios foram tais autocolantes.

Enfim, não vos maço mais. Ide ter um santo natal com quem vos esperar ou com uma botella de ron, que eu volto para a semana para expulsar 2015 do firmamento. Festas, muitas, no pescoço de quem quiserdes. Abraços!

 

*botifarra amb seques é um prato catalão, bem bom, e uma genial música e poema do grupo Obeses.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -