Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021

Bruxelas: Pontos a fixar

Bruxelas atentados 22 março
Atentado em Bruxelas, manhã de 22 de Março de 2016

Número de vítimas continua a aumentar

“Fiquem onde estão!” É esta a palavra de ordem veiculada na manhã desta Terça-Feira, após os atentados vividos  em Bruxelas e que provocaram um número crescente de vítimas e dezenas feridos. Na capital belga as forças militares estão na rua.

Numa síntese do que se passou ao longo destas horas, valerá a pena fixar o seguinte, segundo informações recolhidas na edição online do jornal Le Soir:

  • Subiu já para 30 o número de vítimas do duplo atentado, pelo menos um suicida, no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maelbeek.
  • Pelas 8h locais, uma ou várias explosões deflagraram no aeroporto, suspeitando-se que, pelo menos uma, foi devida a um atentado suicida.
  • Exatamente às 9h11, uma ou várias explosões foram sentidas na estação de metro de Maelbeek, precisamente no bairro das instituições europeias.
  • A polícia procura encontrar um objecto suspeito deixado na Rua de la Loi.
  • O país está num nível de alerta máximo.
  • Por volta das 9h30, mais de uma dezena de pessoas recebiam os primeiros socorros junto à estação de Maelbeek. Sendo que muitos deles tinham ferimentos visíveis e estavam em pânico. Entretanto, os feridos ligeiros foram levados para os hospitais em autocarros.
  • Todas as escolas bem como os transportes públicos estão encerrados até nova ordem.
  • O aeroporto de Zaventem está fechado, sendo que os voos estão a ser desviados para os aeroportos regionais (Charleroi, Liège e Ostende) e internacionais.
  • A circulação rodoviária junto à rua de la Loi, o epicentro do atentado na cidade, está encerrada, bem como todos os túneis com mais de 300 metros.
  • O Facebook acaba de activar o botão ‘safe check’ que permite aos utilizadores mostrar que estão em segurança.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -