Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Carnaval de Torres arranca oficialmente

Joaquim Ribeiro
Jornalista

O Monumento ao Carnaval de Torres Vedras 2019 já está inaugurado. O acto solene teve lugar no sábado, dia 9, perante o testemunho de milhares de foliões, ávidos de voltar a sentir a época carnavalesca torriense.

Aquilo que há uns anos era uma cerimónia discreta e quase íntima tornou-se num acontecimento de Carnaval antecipado. É o arranque oficial dos festejos, mas na prática já começaram desde o início do ano na noite torriense, logo a seguir à passagem de ano, com inúmeros “assaltos” (festas de Carnaval em bares e discotecas).

O monumento deste ano intitula-se “Grande Galo, Zé”. Recordando que “Made in Portugal” é o tema desta edição, Bruno Melo, da Gravity Balance, empresa responsável pela concepção do monumento, explicou que a presença do Galo de Barcelos era obrigatória, enquanto apresentava as diversas figuras que o acompanham.

O presidente da Câmara aproveitou a oportunidade para “agradecer, acima de tudo, aos nossos patrocinadores, às nossas associações carnavalescas e às nossas empresas que fazem o Carnaval mais português de Portugal”. Depois de saudar os foliões, Carlos Bernardes aproveitou a ocasião para homenagear Luís Correia, mais conhecido pelos torrienses como “Corneta”. O Carnaval de Torres Vedras conta, a partir de agora, com mais um cabeçudo, que representa aquela que é uma das suas “matrafonas” mais características.

A apresentação esteve a cargo de “Vasco Santana”, que chamou ao palco uma comitiva de Sannio, região italiana que recebeu a distinção de “Cidade Europeia do Vinho 2019”, sucedendo a Torres Vedras e Alenquer. Além de Floriano Panza, presidente da Câmara de Guardia Sanframondi, passaram ainda pelo palco José Calixto, presidente da Rede Europeia das Cidades do Vinho; e Pedro Folgado, presidente da Câmara Municipal de Alenquer, que brindaram com o vinho oficial do Carnaval de Torres Vedras 2019.

A multidão de foliões assistiu, ainda, à passagem de testemunho do anterior para o actual Rei do Carnaval. Ricardo Miranda chegou de moto e subiu ao palco para entregar o “corno real” a António Miranda, chanceler da Real Confraria do Carnaval de Torres, que o confiou a Fernando Martins. Depois de deixar algumas palavras ao seu antecessor, “cuja dedicação e alegria muito nos orgulha”, o novo monarca fez o primeiro convite do seu período de reinado:

convido o primeiro-ministro de Portugal a vir a Torres Vedras entre os dias 1 e 6 de Março. Não há outro local em Portugal onde se sentirá tão bem”.

O lançamento da “primeira pedra” do Carnaval de Torres ficou marcado pelo ritmo dos grupos Ribombar e O.S.G.A., a que se juntaram os vários grupos e associações carnavalescas, já vestidos a rigor.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -