Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Julho 20, 2024

Carta ao cérebro do Presidente do Gov. Reg. da Madeira

Eduardo Águaboa
Eduardo Águaboa
Escritor, Ensaísta, Comentador político especializado em ideias gerais

Meu Caro,

Pestanejei loucamente quando, por teu intermédio, o presidente do governo regional aí do sítio, anunciou que o aeroporto da Madeira vai passar a chamar-se Cristiano Ronaldo!!!

eduardo-aguaboaO que te deu, pá?

Para o que te deu, pá?

Não sabia que eras gajo para levar um político à loucura, a um desmancho mental desse calibre, pá.

Porque não levaste antes o homem a perfumar os tim-tins do rapaz? Ou a flori-los, já que há por aí imensas flores mimosas e cheirosas, pá.

Tu conseguiste que o «teu» homem por uma estupidez dessas demonstrasse que pelo Ronaldo era capaz de ir até ao fim do mundo mais demagogo, mas, se calhar por mim, ou por um desgraçado como eu, nem me atendia o telefone.

Mas não te ficaste por aí. Levaste-o, num outro relampejo qualquer que te deu, a substituir uma praça com um nome tão giro, Praça do Mar, pela praça CR7!!! CR7???

A tua inimiga mais perigosa é a tua imaginação, tem crueldade suficiente para fazer de ti, de vós, um complexo sumo de banana.

Mas, enfim, o que lá vai lá vai.

carta-cerebro

 

Agora, pá, quero pedir-te, mas pedir-te por tudo, que não leves o homem a mudar o nome da Ilha da Madeira para Ilha Dolores Aveiro! Pá, tu não lembres semelhante coisa ao homem, não faças mais dele as tuas experiências maradas.

Só de pensar nisso o suor borbulha-me na cara. Faz com que ele estimule mais hotéis Ronaldos, que lhe dê o nome de mais ruas e passeios e até de montanhas. Se não as tiver pode inventá-las.

Tudo, tudo, menos a chamar à ilha, Ilha Dolores Aveiro. Ou criar uma nova religião: O ronaldismo! Tu, por favor trata-te, cura-te dessa falta de senso.

Põe o homem à borda de navios a ouvir o Mar a cantar a sua profundidade e a comer, ora natas do Cambodja, ora descargas ácidas dos pombos, e tu descansa.

Queres vir passar umas férias ao Continente?

Ele sem ti, pelos vistos, passa bem.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -