Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Dezembro 9, 2022

Casinos de Lisboa e Estoril podem ter novos proprietários

A história de Stanley Ho, britânico nascido em Hong Kong em novembro de 1921 e falecido em maio de 2020, aos 98 anos, tem ligações profundas a Portugal e foi um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento dos casinos em Portugal.

Ho fez fortuna em Macau, onde detinha vários casinos, e foi, entre 1962 e 2002, o único empresário autorizado a gerir casinos na província portuguesa na Ásia. Através do grupo Estoril Sol, o britânico era também proprietário do Casino da Póvoa do Varzim, Casino de Lisboa e Casino Estoril.

Os dois casinos da região de Lisboa, geridos há vários anos por Pansy Ho, filha de Stanley, têm a licença de concessão prestes a terminar e, volvidos 38 anos, parece que os casinos poderão mudar de mãos.

Numa altura em que Portugal se interessa mais pelos jogos de fortuna e casino, como se comprova pelo número de novos jogadores que o nosso país tem tido, a perda dos dois casinos pode ser uma péssima notícia para a família Ho.

Nos últimos anos, os portugueses juntaram o seu gosto pelas visitas aos casinos físicos com a possibilidade de jogar online a partir de qualquer local. O interesse por esta nova forma de jogo veio mudar o próprio negócio e cada vez mais existem promoções e pacotes de boas-vindas para novos jogadores. Se quiser saber mais, pode ter mais informação ao ler este guia completo de casino online.

Conheça mais sobre a história dos dois casinos controlados pelo grupo Estoril Sol:

Casino Estoril

Com uma vista fantástica sobre a foz do Rio Tejo, o Casino Estoril está situado na “Riviera Portuguesa”, foi local de inspiração para obras literárias e já foi cenário de vários filmes, como, por exemplo, 007 Casino Royale, de 2006. Foi considerado, durante vários anos, o maior casino da Europa.

Construído em 1931, quinze anos após o lançamento da primeira pedra, o casino tornou-se famoso durante a Segunda Guerra Mundial. Apesar de Oliveira Salazar ter se assumindo como neutral, o Casino Estoril foi um local onde eram frequentemente vistos elementos de várias famílias reais europeias, exilados e até agentes secretos dos dois lados da guerra.

Nos anos 60, os arquitetos Filipe Nobre de Figueiredo e José Segurado promoveram a renovação e ampliação do edifício.

O Casino Estoril tem mais de 700 slot machines e zonas dedicadas a vários jogos de casino, como a Roleta, Bacará, Poker ou Blackjack, entre outros. O espaço conta ainda com quatro zonas de restauração, cinco bares, quatro salas de espetáculos, duas galerias de exposição e uma discoteca, a famosa Jézebel.

Casino de Lisboa

É, atualmente, o maior casino português. Situado na zona nobre do Parque das Nações, o Casino de Lisboa ocupa o espaço onde esteve situado o Pavilhão do Futuro durante a Expo 98. O edifício foi projetado pela arquiteta Paula Santos, com o apoio de Miguel Guedes e Rui Ramos.

Inaugurado a 19 de Abril de 2006, o casino da capital portuguesa tem tido um enorme sucesso e é, também, um ponto de cultura. O seu Auditório dos Oceanos é palco de inúmeras peças de teatro, espetáculos de stand-up comedy e concertos ao longo de todo o ano.

Ao longo dos anos, o Casino tem vindo a aumentar a sua oferta para os jogadores e, neste momento, tem mais de 1100 máquinas de slots e 28 mesas onde pode jogar Poker, Roleta, Bacará ou Blackjack, entre outros.

Presentes do edifício estão ainda dois restaurantes, quatro bares, uma galeria e o já referido auditório.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -