Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Dezembro 4, 2021

Cidade Europeia do Vinho contempla mais de 80 eventos

Joaquim Ribeiro
Jornalista

O programa de actividades da Cidade Europeia do Vinho 2018 foi apresentado na Câmara Municipal de Torres Vedras. Mas só a primeira parte, correspondente aos primeiros seis meses da programação. A segunda parte será apresentada em Alenquer.“Estavam previstos 60 eventos e já vamos em 80”, referiu Rui Brás, técnico da autarquia torriense e um dos coordenadores da Cidade Europeia do Vinho 2018, que falou mais em detalhe sobre algumas das acções do programa.

Uma das iniciativas é a criação do selo “CEV 2018”, que estará afixado ao longo de todo o ano nos estabelecimentos aderentes, de restauração, unidades de alojamento e empresas de animação turística.

O Wine Discoveries, concurso de ideias de negócio nas áreas da viticultura, da enologia e do enoturismo resulta de uma parceria entre a Incubadora de Negócios de Alenquer, o LabCenter de Torres Vedras e o ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Com abertura de concurso marcada para Abril, irá premiar três iniciativas de negócio que serão incubadas nos dois concelhos.

O Circuito de Arte Contemporânea 10 10 10 – Arte em Cidades, com curadoria da arquitecta Gabriela Raposo, irá unir simbolicamente Torres Vedras e Alenquer através da arte contemporânea. A iniciativa assume-se como um convite às populações para circularem pelo território, onde, no circuito da Estrada Nacional 9 se irão encontrar, de 10 em 10 quilómetros, trabalhos desenvolvido por diversos artistas que operam no domínio da arte contemporânea.

Torres Vedras e Alenquer

Rui Brás destacou ainda o projecto de arte comunitária nas adegas e quintas que conta com a TEIA – Academia de Teatro, de Torres Vedras, e a Trupe de Teatro “Os 4 e o Burro”, de Alenquer. Uma actividade que conta com o envolvimento das comunidades locais e que irá culminar com a apresentação de uma peça de teatro em dois espaços relacionados com o vinho.

Um concurso de curtas-metragens, o Festival do Vinho nos dois concelhos, três Wine Sunset Parties (animação musical ao fim do dia nos meses de verão), palestras sobre vinhos e turismo, acções de formação dirigidas a agentes locais de turismo, restauração e alojamento e a presença de um dispositivo modular itinerante que irá promover a “Cidade Europeia do Vinho 2018” em eventos ao longo do ano, foram outras das actividades em destaque durante a apresentação do programa, que não se faz apenas de actividades criadas de raiz para o efeito.

Por exemplo, o ciclo Merendas do Acordeão, realizado habitualmente durante as festas da cidade inserido no Festival Internacional de Acordeão de Torres Vedras, pode também estender-se a Alenquer este ano, inserindo-se na corrente de “ligar as artes e a cultura com as comunidades”.

Cidade do Vinho

Na apresentação da primeira parte do programa da Cidade Europeia do Vinho 2018, Carlos Bernardes, presidente da Câmara de Torres Vedras, sublinhou que se trata de uma “iniciativa extremamente importante para estes territórios”, assim como para a promoção dos seus vinhos.

O facto de se tratar de um projecto intermunicipal foi sublinhado por Pedro Folgado, presidente da Câmara de Alenquer, que considera a distinção como uma oportunidade para colocar os vinhos da região de Lisboa nas “agendas dos agentes de restauração”. O edil referiu ainda a importância de associar o vinho a outros eventos que não estejam apenas relacionados com a comida.

Ana Umbelino, vereadora da Câmara de Torres Vedras responsável pelos sectores da Cultura e do Turismo, realçou o facto da distinção dos dois territórios acontecer no mesmo ano em que se assinala o Ano Europeu do Património Cultural. Destacou o Wine Cellars & Art Fest Portugal, que promove a relação entre as artes e o património. Com curadoria de Nuno Côrte-Real, a iniciativa pretende levar artistas plásticos, músicos, pensadores, literatura, enologia, gastronomia e artes cénicas à Quinta Valle Riacho, em Alenquer, e à Adega Cooperativa de São Mamede da Ventosa, em Torres Vedras, em dois fins de semana de Julho.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -