Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Junho 16, 2024

Cobertura de campos de ténis causa polémica em Torres Vedras

Joaquim Ribeiro
Joaquim Ribeiro
Jornalista

O candidato à Câmara Municipal de Torres Vedras pela coligação PSD/CDS, Marco Claudino, acusou o actual presidente, o socialista Carlos Bernardes, de ter errado quando apresentou um contrato-programa para financiar os campos do Clube de Ténis da cidade.

O social-democrata e actual membro da Assembleia Municipal considera que o Tribunal de Contas chumbou o financiamento da obra, no valor de 400 mil euros.

A decisão era esperada. Na altura em que o assunto foi discutido eu próprio questionei Carlos Bernardes relativamente à falta de habilitação legal para prever 10 anos no contrato com o Clube de Ténis, uma vez que por lei o prazo máximo é de quatro anos. Os próprios serviços jurídicos da Câmara alertaram para esse facto. O senhor presidente entendeu não ouvir quem sabe e insistiu em levar esse processo para a frente. Só revela falta de preparação para o cargo” Criticou Marco Claudino.

Polémica

O candidato social-democrata entende também que gastar 400 mil euros na cobertura de campos de ténis não deve ser uma prioridade do município. “Temos muitas necessidades no concelho onde esse dinheiro, fruto dos impostos pagos pelos torrienses, pode ser muito mais bem aplicado”, disse.

Carlos Bernardes entende, no entanto, que não houve chumbo do Tribunal de Contas. O que aconteceu foi a impossibilidade de fazer o investimento ao longo de 10 anos. Só era possível fazê-lo no prazo de quatro anos, o que dava 100 mil euros por ano de despesa, e o executivo considerou que assim não seria possível.

Foto: DR

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -