Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Julho 7, 2022

Contagem de votos na 2ª Ronda da Eleição Presidencial em Timor-Leste

J.T. Matebian, em Timor-Leste
J.T. Matebian, em Timor-Leste
Correspondente em Timor-Leste.

A votação da 2ª Ronda da Eleição Presidencial em Timor-Leste realizou-se hoje, dia 19 de Abril de 2022. Os primeiros resultados em muitos centros de votação dos Municípios e na diáspora (Austrália e Coreia do Sul) mostram a vantagem de José Ramos-Horta. Os locais de votação foram pouco concorridos e a abstenção poderá ser elevada.

Desde o início da manhã de hoje, às 7 horas, os eleitores timorenses dirigiram-se às urnas de todos os Municípios e da Região Administrativa Especial de Oécussi-Ambeno (RAEOA) para o exercício do direito de voto.

Segundo dados oficiais há 859.613 eleitores, estando registados no país 852.500 e 7113 na diáspora.

Os centros de votação, num total de 1191, com 1491 estações de voto, encerraram às 15 horas e o início da contagem de votos teve início logo após o fim da votação.

Centros de votação e estações de voto em Timor-Leste

  Aileu Ainaro Baucau Bobonaro Covalima Díli Ermera Lautém
Centros

votação

73 70 125 130 80 130 115 80
Estações

voto

80 88 150 150 92 237 135 91

 

  Liquiçá Manatuto Manufahi RAEOA Viqueque
Centros

votação

72 70 94 60 92
Estações

voto

80 78 112 88 110

 

Na diáspora, em horários diferentes, há votação na Austrália (Sydney e Melbourne), na Coreia do Sul (Seul), na Irlanda do Norte (Belfast), no Reino Unido (Londres e Oxford) e em Portugal (Lisboa e Porto). Na Austrália e na Coreia do Sul a vitória foi de Ramos-Horta.

Entre os dias 19 e 21 de Abril vai realizar-se o apuramento municipal dos resultados e o envio da acta eleitoral e demais elementos (votos nulos, protestos e reclamações que existam) para a Comissão Nacional de Eleições (CNE).

O apuramento final dos resultados terá que acontecer em 72 horas, entre os dias 22 e 24 deste mês, e a elaboração da acta do apuramento dos resultados nacional e provisória será afixada na Sede Nacional da CNE até ao dia 27 de Abril.

Recorde-se que na 1ª Ronda, a 19 de Março, com um total de 16 candidatos, José Ramos Horta obteve 46,6% dos votos e Lú Olo, bastante mais abaixo, 22,1%.

Para esta 2ª Ronda da Eleição Presidencial, José Ramos-Horta, para além de continuar associado ao Conselho Nacional para a Reconstrução de Timor (CNRT) de Kay Rala Xanana Gusmão, e do Partido Socialista de Timor (PST), presidido por Avelino Coelho, passou a ter o apoio de vários candidatos presidenciais da 1ª Ronda, tais como Assanami Sabino (PD), Milena Pires, Rogério Lobato, Ângela Freitas e Isabel Ferreira (esposa do Primeiro Ministro).

Francisco Guterres (Lú Olo) tinha como base formal de apoio a FRETILIN. Para a 2ª Ronda da Eleição adicionou os partidos políticos KHUNTO e PLP, este último presidido pelo Primeiro Ministro de Timor-Leste.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

VER…

Boa pergunta

Crónica de Trump

- Publicidade -