Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Novembro 27, 2021

Ed Motta canta: “Vamos dançar”

Através da música podemos contemplar uma sociedade humanizada, calcada no prazer, na criatividade e na comunhão entre os homens.

A experiência de Ed Motta comprova que não vale a pena trabalhar por dinheiro. O trabalho é, aqui, um sacrifício do prazer da vida. Vários são os músicos que criticam a imposição do trabalho na organização do tempo. Está claro que, em nossa sociedade capitalista, o povo, que não detém as forças produtivas, possuindo apenas a força de trabalho, tem no trabalho uma condição irrevogável de inserção social. Aquele que não trabalha e, consequentemente, não tem renda, via de regra, coloca-se à margem da sociedade.

Contudo, o espírito livre e transgressor da arte nos leva a imaginar possibilidades alternativas. Através da música podemos contemplar uma sociedade humanizada, calcada no prazer, na criatividade e na comunhão entre os homens.

Vamos Dançar

Composição: Ed Motta/1988
Intérprete: Ed Motta

Eu não nasci pra trabalho
Eu não nasci pra sofrer
Eu percebi que a vida
É muito mais que vencer

Já dirigi automóveis
Já consumi capital
Já decidi que o dinheiro
Não vai pagar, não vai pagar a minha paz

Vamos dançar lá na rua
Vamos dançar pra valer
Vamos dançar enquanto é tempo
Nos aplicar a viver


Fonte: Centro de Memória Sindical | Texto em português do Brasil

Exclusivo Editorial Rádio Peão Brasil / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -