Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022

Egipto: número recorde de jornalistas presos

Excerto da carta de Shawkan fotojornalista preso no Egipto
Excerto da carta de Shawkan fotojornalista preso no Egipto

De acordo com o The Guardian, 23 jornalistas estão presos no Egipto, quase o dobro do número do ano passado. O regime do presidente Abdel Fatah el-Sisi, com o pretexto da segurança nacional, tem ordenado a prisão de jornalistas para calar vozes dissidentes, acusou o Comité de Protecção de Jornalistas.

Em 2012, não havia um único jornalista preso naquele país.

Em Agosto deste ano, as autoridades egípcias aprovaram uma lei autorizando a detenção de qualquer pessoa que noticiasse “falsos” ataques terroristas. Apesar disso, em Setembro, deu um sinal de moderação, libertou da prisão dois jornalistas da estação televisiva Al-Jazeera que tinham sido detidos em 2013.

Neste momento, o Egipto é o segundo pior país no ranking de prisão de jornalistas, sendo ultrapassado apenas pela China, que mantém cativos 49 destes profissionais.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -