Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Junho 19, 2024

Em nova pesquisa, Ciro é o que mais cresce, empatando com Marina

Na nova pesquisa de intenção de votos do ibope, publicada nesta quarta,5, para a eleição presidencial, a situação é: Bolsonaro, 22%; Marina, 12%; Ciro, 12%; Alckmin, 9%; Haddad, 6% Alvaro Dias e Amoêdo 3% cada, e Meirelles, 2%. Boulos, Vera e João Goulart Filho registraram 1% cada um.

A pesquisa foi feita entre os dias 1 a 3 de setembro e foram ouvidos 2.002 eleitores.

Sobre esse levantamento, o Ibope divulgou nota afirmando que “para seguir as decisões decorrentes do indeferimento da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, que proibiram, entre outras coisas, que o ex-presidente participasse, como candidato, de atos de campanha, o Ibope deixou de aplicar o questionário em que o nome de Lula aparecia como postulante ao cargo de presidente da República, como constava do registo da pesquisa feito no TSE” O instituto afirmou ainda que “pesquisou apenas o cenário em que o nome de Fernando Haddad, candidato a vice-presidente pelo PT, aparecia juntamente com os candidatos que pediram registro”.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral e o primeiro depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou a candidatura de Lula. No levantamento anterior, feito de 17 a 19 de agosto, os percentuais de intenção de votos no cenário em que o candidato do PT é Haddad foram os seguintes: Bolsonaro, 20%; Marina, 12%; Ciro, 9%; Alckmin, 7%; Haddad, 4%; Alvaro Dias, 3%; Eymael, 1%; Boulos, 1%; Meirelles, 1%; Amoêdo, 1%; Cabo Daciolo, 1%; Vera, 1%; João Goulart Filho, 1%; Branco/nulos: 29%; Não sabe/não respondeu: 9%.

Os números que o ibope divulgou são o seguinte (Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos):

  • Jair Bolsonaro (PSL): 22%
  • Marina Silva (Rede): 12%
  • Ciro Gomes (PDT): 12%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
  • Fernando Haddad (PT): 6%
  • Alvaro Dias (Podemos): 3%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
  • Vera (PSTU): 1%
  • João Goulart Filho (PPL): 1%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Branco/nulos: 21%
  • Não sabe/não respondeu: 7%

Simulações de 2º turno

  • Ciro 44% x 33% Bolsonaro (branco/nulo: 19%; não sabe/não respondeu: 4%)
  • Alckmin 41% x 32% Bolsonaro (branco/nulo: 23%; não sabe/não respondeu: 4%)
  • Bolsonaro 33% x 43% Marina (branco/nulo: 20%; não sabe/não respondeu: 3%)
  • Haddad 36% x 37% Bolsonaro (branco/nulo: 22%; não sabe/não respondeu: 5%)

Rejeição

O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:

  • Bolsonaro: 44%
  • Marina: 26%
  • Haddad: 23%
  • Alckmin: 22%
  • Ciro: 20%
  • Meirelles: 14%
  • Cabo Daciolo: 14%
  • Eymael: 14%
  • Alvaro Dias: 13%
  • Boulos: 13%
  • Vera: 13%
  • Amoêdo: 12%
  • João Goulart Filho: 11%
  • Poderia votar em todos: 1%
  • Não sabe/não respondeu: 10%

Observações: os entrevistados podem citar mais de um candidato, portanto os resultados somam mais de 100%; não é possível comparar os resultados desta pergunta com os da rodada anterior, já que Lula não constou como opção de resposta porque sua candidatura foi indeferida.

Ciro mantém discurso cauteloso diante de avanço na pesquisa

Único candidato a crescer fora da margem de erro na nova pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, o presidenciável do PDT, Ciro Gomes, manteve o tom cauteloso em relação ao desempenho. Embora a campanha considere os dados positivos, a ordem dada pelo pedetista é aguardar os dados dos próximos levantamentos de intenção de voto, para confirmar a tendência de alta, segundo relatou ao Broadcast Político um interlocutor do pedetista.

O próprio Ciro deve repetir os próximos dias a mesma frase que costuma usar recorrentemente em relação a pesquisas: Pesquisa é um retrato do momento e a vida não é um retrato, é um filme”.

 

Texto original em português do Brasil

Exclusivo Editorial Rádio Peão Brasil / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -