Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 17, 2021

Encontro imaginário com Juan Jacobo Arbenz Guzmán, Edward Louis Bernays e Susan Sontag

O Encontro Imaginário na Barraca está de volta. As personagens são Juan Jacobo Arbenz Guzmán, Edward Louis Bernays e Susan Sontag, interpretadas por Jacinto Furtado, Jorge Carvalho e Irene Pimentel.

Em novo Encontro Imaginário, dia 10 de Maio, estarão em debate novas personagens da História Universal.

Com participação da sociedade civil

Fique a conhecer melhor as personagens: Juan Jacobo Arbenz Guzmán interpretado pelo jornalista Jacinto Furtado, Edward Louis Bernays pelo engenheiro Jorge Carvalho e Susan Sontag pela historiadora Irene Pimentel.

Saiba quem são:

Juan Jacobo Arbenz Guzmán

Quetzaltenango, 14 de Setembro de 1913 – Cidade do México, 27 de Janeiro de 1971

Foi um político, militar e presidente da Guatemala de 1951 a 1954.

Tentou realizar uma reforma agrária, entrando em choque com o monopólio das empresas dos Estados Unidos nas terras da Guatemala, sobretudo a United Fruit Company.

Em resposta, o seu governo foi alvo de golpe de estado organizado pela CIA que instalou uma ditadura militar no país.

Interpretação do jornalista Jacinto Furtado.

 

Edward Louis Bernays

Viena, Áustria-Hungria, 22 de Novembro de 1891 – 9 de Março de 1995

Foi um pioneiro austro-americano no campo das relações públicas e da propaganda, referenciado como “pai das relações públicas”.

Combinou as ideias de Gustave Le Bon e Wilfred Trotter com as ideias psicológicas de Sigmund Freud, seu tio. A sua forma de trabalho baseava-se no princípio de que as pessoas são irracionais, e as suas decisões e acções são manipuladas facilmente.

Interpretação do engenheiro Jorge Carvalho.

Susan Sontag

16 de Janeiro de 1933, Nova Iorque — 28 de Dezembro de 2004

Foi uma escritora, crítica de arte e activista dos Estados Unidos.

Graduou-se na Universidade de Harvard e destacou-se pela defesa dos direitos humanos.

Na década de 1970, Sontag esteve envolvida com Nicole Stéphane e mais tarde assumiu uma relação com a fotógrafa Annie Leibovitz, de quem esteve sempre próxima nos últimos anos de vida.

Num de seus últimos artigos, publicado em maio de 2004 no jornal The New York Times, Sontag afirmou que “a história recordará a Guerra do Iraque pelas fotografias e vídeos das torturas cometidas pelos soldados americanos na prisão de Abu Ghraib.

Interpretação da historiadora Irene Pimentel.

 

Informação adicional

Encontros imaginários 2021

10 de Maio

19h30

[email protected][email protected]

213 965 360 | 913 341 683

Em cumprimento da legislação em vigor, obrigatório o uso de máscara

A Barraca
Largo de Santos, 2
1200 – 808 Lisboa

 

Website do Teatro A Barraca


Os assinantes solidários do Jornal TORNADO têm Desconto de 20%, em dois bilhetes para o espectáculo. Seja Solídário

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -