Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021

Escalada da tensão na Crimeia

crimeia

Aquando do anúncio, os russos teriam ameaçado abater quaisquer mísseis e atacar as respectivas plataformas de lançamento, caso os testes se concretizassem, mas Kiev rejeitou as ameaças, dizendo que os testes iriam ocorrer 18 milhas fora do espaço aéreo da Crimeia. Um oficial russo disse à RIA que os navios posicionados  “se destinam prioritariamente a abater mísseis pesados e mísseis de cruzeiro. Juntamente com as unidades de defesa aérea estacionadas em terra, na península, os navios formaram um escudo praticamente impenetrável  contra foguetes do inimigo.”

Em Agosto, a Rússia instalou sistemas de mísseis de longo alcance S-400 na península da Crimeia que anexou em 2014 provocando indignação internacional, e em Setembro, Moscovo levou a cabo exercícios militares em larga escala no território da Península.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -