Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Julho 6, 2022

A Essência daquele que ensina é a gratidão

Paulo Vieira de Castro
Paulo Vieira de Castrohttp://www.paulovieiradecastro.pt
Autor na área do bem-estar nos negócios, práticas educativas e terapêuticas. Diretor do departamento de bem-estar nas organizações do I-ACT - Institute of Applied Consciousness Technologies (USA).

kandinsky

 

O tanto que sobeja ficará do lado daqueles a quem caberá, apenas, a vida aprendendo.

Não admira, portanto, que o homem seja o único ser desassossegado na sua própria existência. Outros, porque os há, recuperando a alma dos que partem farão da vida monotonia e, sem dar por isso, tornamo-nos iguais a ela.

Talvez o ser humano seja o único que não aprende sem ser instruído. Mas, lá chega o dia em que nos cabe a nós ensinar e só isso será compreender duas vezes.

Sobressalta-me o sono no embuste do doutrinar neste ermo tornado Portugal. E, como seria fazê-lo a partir de um não lugar? O ponto em que nada está escondido, onde não há perguntas, respostas, ou mesmo esperança,… Onde apenas o mistério resistirá em si mesmo.

Concebendo a afeição no triunfo e no infortúnio, pois só no sucesso verificamos a sua abundância e na desgraça o seu carácter, nesse mundo, todos falarão com modéstia, agindo com audácia, já que a vida sem lisura apenas assentará no acaso.

E, porque todos os homens são semelhantes em qualidades, apenas os hábitos os afastando disso mesmo, o justo toma a erudição por forma a tornar-se completo, nunca em busca de aprovação alheia, nesse mundo, toda a razão é lanterna dependurada às costas e, em tais circunstâncias, dificilmente iluminará para além do trilho já percorrido.

Só podendo ensinar a propósito de si mesmo, nesse mundo, o professor será aquele que apenas exige de si próprio. Grande em tudo sem ostentar em nada ele está grato pois sem aquele outro ele seria, ainda que escassamente, a cólera em tudo o que acontece.

 

Nota do Director

As opiniões expressas nos artigos de Opinião apenas vinculam os respectivos autores e não reflectem necessariamente os pontos de vista da Redacção ou do Jornal.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Caminhar

Boa pergunta

VER…

- Publicidade -