Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Novembro 27, 2021

EUA e China chegam a acordo sobre sanções à Coreia do Norte

north-korea-asia-kim-jong-un-pyongyang
Os EUA e a China chegaram a acordo numa resolução das Nações Unidas, destinada a instaurar novas sanções à Coreia do Norte. De acordo com a Newsweek, estas novas sanções são uma resposta ao recente lançamento de “rockets” e testes nucleares ordenados pelo regime de Pyongyang.

Um diplomata do Conselho de Segurança da ONU, que falou sob anonimato, disse que um rascunho da tal resolução deverá ser implementado nos próximos dias. Este acordo já tinha sido abordado por John Kerry, Secretário de Estado dos EUA, num discurso ao Congresso do país.

Entretanto, o responsável pelos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, manteve encontros com representantes norte-americanos, entre os quais a Conselheira Nacional de Segurança Susan Rice. O porta-voz daquele departamento dos EUA, Ned Price, citado pela publicação, afirmou que ambos os responsáveis “concordaram na importância de uma resposta internacional forte e coesa às provocações norte-coreanas, inclusive através de uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas que vai além de anteriores resoluções”.

No início de Fevereiro, a Coreia do Norte lançou para o espaço um satélite, acoplado a um foguetão. Afirmou ser para “objectivos pacíficos e científicos”, mas a comunidade internacional condenou esta acção.

Em Janeiro, o regime de Kim Jong-il tinha levado a cabo um teste de uma bomba de hidrogénio no subsolo, provocando uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU. A Coreia do Sul exigiu à organização que imponha duras sanções ao vizinho do Norte, em resposta ao que considera serem provocações.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -