Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Dezembro 5, 2021

Presidenciais EUA: Carolina do Sul dá vantagem a Clinton

south-carolina-primary
As primárias democratas no estado norte-americano da Carolina do Sul deram a vitória a Hillary Clinton, com 48 pontos percentuais. De acordo com a CNN, a antiga primeira-dama distanciou-se do seu rival directo, o senador Bernie Sanders, e com esta vitória está mais próxima de ser a candidata eleita pelo Partido Democrata para as eleições presidenciais nos EUA.

No seu discurso de vitória, aludindo ao slogan do seu rival republicano Donald Trump mas sem o mencionar, Clinton disse aos seus apoiantes: “Nós não precisamos de fazer a América grande de novo. A América nunca deixou de ser grande”.

Por sua vez, o veterano senador Sanders assumiu perante os seus apoiantes ter sido “dizimado” pela vitória da rival na Carolina do Sul, mas, citado pelo El País, acrescentou que “a campanha está só a começar” e resolveu focar-se nas eleições de dia 1 de Março, onde uma vitória num Estado-chave é crucial para manter vivas as suas aspirações de ser candidato.

Phil Noble, um activista do Partido Democrata, disse à CNN que o candidato Sanders tem de “puxar uma carta surpresa da manga contra Clinton, e depressa, ou não vai ter tempo de recuperar” desta derrota. As hipóteses, cada vez maiores, do milionário e apresentador de reality-shows Trump ser o candidato escolhido pelo Partido Republicano para disputar a Casa Branca fizeram os apoiantes de Clinton cerrar fileiras em torno da também senadora. As doações para a campanha também dispararam.

1 de Março é a data decisiva para os pré-candidatos de ambos os partidos. Decorre nessa data a chamada Super Terça-Feira (“Super Tuesday”), eleição primária em onze Estados norte-americanos: Alabama, Arkansas, Colorado, Georgia, Massachusetts, Minnesota, Oklahoma, Tennessee, Texas, Vermont e Virgínia vão a votos para eleger os 1017 delegados democratas e 661 delegados republicanos necessários. Estes delegados ficarão encarregues de nomear oficialmente o candidato presidencial dos respectivos partidos durante as convenções nacionais de ambos.

Nesse mesmo dia, são realizadas as primárias republicanas nos caucus do Alaska e Wyoming, e as democratas na Samoa Americana. Do lado republicano, dos 12 candidatos iniciais, vão a votos apenas cinco: Ted Cruz, Marco Rubio, Donald Trump, Ben Carson e John Kasich. Do lado dos democratas, apenas duas pessoas disputam a nomeação: Hillary Clinton, ex-secretária de Estado, e Bernie Sanders, senador do Vermont.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -