Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 4, 2022

EUA, Rússia, China e Portugal felicitaram João Lourenço

Após o Tribunal Constitucional de Angola ter negado provimento ao recurso contencioso eleitoral interposto pela UNITA e pela CASA-CE, o Presidente da CNE de Angola mandou publicar no Diário da República o mapa oficial com os resultados definitivos das eleições gerais de 24 de Agosto de 2022.

O Presidente da Comissão Nacional Eleitoral de Angola, Manuel Pereira da Silva,  depois do Tribunal Constitucional ter negado provimento ao recurso contencioso eleitoral interposto pela UNITA (Acórdão Nº 769/2022, com 21 páginas), e pela CASA-CE (Acórdão Nº 768/2022, com 10 páginas), dando sequência à deliberação do Plenário da Comissão Nacional Eleitoral, mandou publicar no Diário da República de 9 de Setembro de 2022 o mapa oficial com os resultados definitivos das eleições gerais de 24 de Agosto de 2022.

Mapa dos Resultados Definitivos das Eleições Gerais de 2022

Sigla Nomes Votos % Deputados
MPLA MPLA 3.209.429 51.17% 124
UNITA UNITA 2.756.768 43.95% 90
PRS Partido de Renovação Social 71.351 1.14% 2
FNLA Frente Nacional de Libertação de Angola 66.337 1.06% 2
PHA Partido Humanista de Angola 63.749 1.02% 2

Fonte: Diário da República – I Série – Nº 172 – 9 de Setembro de 2022 – Angola

Com base nos resultados, foi proclamado Presidente da República de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço, cabeça de lista do Partido MPLA, e Vice-Presidente da República de Angola, Esperança Eduardo Francisco da Costa, segunda da lista do Partido Político MPLA. Para o Círculo Nacional, o MPLA elegeu 67 deputados, a UNITA 57 deputados, o PRS dois deputados, a FNLA dois deputados e o PHA dois deputados, num total de 130 deputados. Nos círculos provinciais, o MPLA conseguiu 57 deputados e a UNITA 33 deputados, havendo um total de 90 deputados.

 

Líderes mundiais já saudaram o Presidente reeleito

Segundo o Jornal Tornado apurou há várias mensagens de felicitações provenientes de todo o mundo, onde se incluem mensagens de felicitações das três grandes potências mundiais e também de Portugal.

O Secretário de Estado dos EUA, Antony J. Blinken, lê-se na comunicação oficial do Departamento de Estado dos EUA, para além das felicitações, manifestou o desejo do fortalecimento da relação entre os EUA e Angola:

“We congratulate President-elect Joao Lourenco on his election as Angola’s next president. We look forward to working with him to strengthen the vital relationship between Angola and the United States”.

(Felicitamos o presidente eleito João Lourenço pela sua eleição como próximo presidente de Angola. Estamos ansiosos para trabalhar com ele para fortalecer a relação vital entre Angola e os Estados Unidos).

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, também felicitou João Lourenço, com “sinceras felicitações” e fazendo votos para que no novo mandato haja o “desenvolvimento da cooperação construtiva bilateral”.

A República da China, através do seu embaixador em Angola, também endereçou uma mensagem de felicitações a João Lourenço, e expressou a “vontade de reforçar a cooperação bilateral e visitas de alto nível”.

O Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou uma carta ao Presidente João Lourenço, felicitando-o pela reeleição. Com o seu habitual e característico savoir-faire, Marcelo felicitou igualmente o Presidente da UNITA pelos resultados obtidos e

formula votos para que a política angolana se continue a desenvolver em clima de liberdade, de pluralismo e de tolerância..

 

Tomada de posse no dia 15 de Setembro

O Presidente Eleito da República de Angola irá tomar posse no dia 15 de Setembro de 2022. Esperam-se muito convidados e uma cerimónia solene com a participação de todos os deputados eleitos.

Os angolanos entendem que os bons resultados da UNITA irão contribuir para uma Assembleia Nacional mais construtiva, mais forte, e que haverá grandes vantagens para o desenvolvimento económico e social de Angola.


por Luís dos Santos, Angola

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -