Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 17, 2021

Festival Novas Invasões leva cultura às ruas de Torres Vedras

Joaquim Ribeiro
Jornalista

De 2 a 5 de Setembro realiza-se em Torres Vedras a quarta edição do Festival Novas Invasões, um evento organizado pelo Município de dois em dois anos. Este ano, devido à pandemia, terá um figurino diferente, sem país convidado, mas a organização promete um vasto conjunto de acontecimentos culturais.

Segundo a autarquia, o festival evoca a época das Guerras Peninsulares e da construção das Linhas de Torres, ao mesmo tempo que apresenta uma programação contemporânea em vários pontos da cidade. “Torres Vedras desempenhou um papel muitíssimo importante na defesa do nosso território durante esse período”, afirma Laura Rodrigues, presidente da Câmara, recordando que o ponto de partida do Novas Invasões remonta ao século XIX mas que o festival “faz a ligação entre a nossa história e a contemporaneidade”.

Este ano, o Novas Invasões continua a ter entrada gratuita, mas em alguns espectáculos é necessário apresentar um bilhete, que pode ser reservado antecipadamente, dado que terão lotação limitada. “A realização desta quarta edição do festival Novas Invasões é, em si, um gesto de resistência e de afirmação do papel insubstituível das artes e da cultura na vida das pessoas e das comunidades”, disse Ana Umbelino, vereadora responsável pelo pelouro da Cultura, para quem “este festival, à semelhança do que sucedeu nas edições anteriores, toma o espaço público como palco”.

O evento distribui-se por vários locais. A programação contemporânea situa-se no Parque do Choupal, na Praça Dr. Alberto Avelino e no Largo Infante D. Henrique. Destaque para o espectáculo “Dreamworld” da companhia alemã Theater Titanick. A programação história está prevista para o Convento da Graça, Largo 25 de Abril e Forte de S. Vicente.

Além das recriações históricas e da programação contemporânea, o programa inclui a primeira edição do Festival de Cinema Documental Máscaras e Mascarados, nos dias 3 e 4 de Setembro, no Centro de Artes e Criatividade. Repete-se o habitual Mercado Oitocentista, na zona circundante à igreja de São Pedro, mas este ano mais virado para as artes e menos para a gastronomia. No Largo de Nossa Senhora do Ameal funcionará uma tenda pedagógica.

Segundo João Garcia Miguel, director artístico, o espectáculo que será apresentado pela companhia alemã Theater Titanick é único e resulta do trabalho desenvolvido com as organizações culturais e criativas do concelho. Será apresentado ao longo das quatro noites do evento, permitindo uma gestão eficaz do fluxo de espectadores. Realçou, ainda, o envolvimento de quatro associações locais, que irão apresentar espectáculos no âmbito da programação contemporânea do Novas Invasões.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -