Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 24, 2021

Há 47 anos “Electric Ladyland” chegava ao topo

https://www.youtube.com/watch?v=9irsg1vBmq0

Capa do álbum de Jimi Hendrix Experience causou escândalo com 19 mulheres nuas

Desde que, em 1966, Jimi Hendrix juntou à sua guitarra o baixo de Noel Redding e a bateria de Mitch Mitchel, nada mais seria igual na história da música. Nascia The Jimi Hendrix Experience e nascia também um som que ninguém tinha ouvido antes. Tudo isto graças ao talento do guitarrista Jimi Hendrix.

James Marshall “Jimi” Hendrix foi descoberto pelo baixista dos The Animals, Chas Chandler, a tocar num bar de Nova Iorque, e levou-o de imediato para Londres, tornando-se seu empresário e produtor. E Jimi rapidamente iria deixar a cena rock londrina espantada. A sua estreia foi numa jam com os The Cream, que deixou Eric Clapton – até então o “Deus” da guitarra – de boca aberta. O “canhoto”, que nos Estados Unidos tinha tido uma carreira como guitarrista de blues e R&B, tocava o instrumento eléctrico como ninguém. E tanto o fazia com as mãos, de frente, de costas, ou com os dentes! Era uma coisa nunca vista, com um som psicadélico, electrizante, distorcido, mas melódico, nunca antes ouvido.electric-ladyland- JIMI LP

Depois do grande sucesso dos dois primeiros álbuns – “Are You Experienced” e “Axis: Bold as Love” – The Jimi Hendrix Experience lançou em Novembro de 1968, no Reino Unido, um duplo LP, que, de imediato, causou escândalo, sendo mesmo banido das prateleiras de muitas lojas. Tudo por causa da capa dupla, que mostrava 19 mulheres nuas. Mas Jimi Hendrix reagiu ao dizer que não gostava da capa, que “não tinha nada” a ver com ele e que isso tinha sido uma decisão da editora discográfica “Track Records”, à revelia do artista. Com esta polémica capa, o disco chegou ao 6º lugar do top de vendas de álbuns no Reino Unido. Mas este duplo LP seria editado nos Estados Unidos com outra capa e teve um enorme sucesso. Faz hoje precisamente 47 anos que esta dupla maravilha de Hendrix chegava ao primeiro lugar de vendas nos Estados Unidos, posição que manteve por duas semanas.

O disco foi gravado nos novos estúdios “Record Plant”, em Nova Iorque, e Jimi Hendrix – além dos outros dois membros dos “Experience”, Noel Redding e Mitch Mitchel – contou com a colaboração de alguns nomes sonantes da história do rock como Dave Mason (Traffic), Al Kooper, Jack Casady (Jefferson Airplane), Elvin Bishop e Stevie Winwood (Traffic). Ao todo, este duplo LP tem 18 temas, com o mais longo a tornar-se também um dos mais emblemáticos dos The Jimi Hendrix Experience – “Voodoo Chile” (ver vídeo).

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -