Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Julho 16, 2024

Junior Wells faria hoje 83 anos

junior wells 2Lendário “bluesman” faleceu em 1998

Junior Wells é um nome importante da História dos Blues. Cantor e tocador de harmónica, praticante do estilo “Chicago Blues”, Junior Wells é um lendário “bluesman” que, a par de uma notável (mas pouco reconhecida) carreira a solo, ficou famoso pelas suas colaborações com os grandes“bluesmen” Muddy Waters, Eal Hooker, Otis Rush e Buddy Guy, mas também com Bonnie Raitt, Van Morrison, Carlos Santana e The Rolling Stones, com quem fez uma digressão em 1970. Se fosse vivo – faleceu a 5 de Janeiro de 1998 –, Mr. Junior Wells faria hoje 83 anos.

Junior Wells 3Amos Wells Blakemore Jr (Junior Well), nascido no estado do Tenesse, mas criado no Arkansas, cedo aprendeu a tocar harmónica com invulgar talento. Aos sete anos de idade, o miúdo Junior já aprendia com os mestres da gaita de beiços, Junior Parker (seu primo) e Sonny Boy Williamson. Em 1948, o jovem Wells mudou-se com a mãe para Chicago e começou a privar e a tocar com músicos locais de blues. Finalmente em 1952 gravou pela primeira vez, como membro da banda de Muddy Waters. Mas um ano depois já Junior Wells liderava a sua própria banda e gravava a o seu primeiro vinyl na State Records.

Estava lançada uma carreira de sucesso de um grande (um dos maiores) tocadores de harmónica, mas também de um excelente cantor de Blues, um inspirado pupilo da velha lendária escola dos “Chicago Blues”. Com uma longa discografia, feita de álbuns de originais mas também de participações com outros artistas, Junior Wells, e a sua forma inconfundível de interpretar os blues, manteve-se em actividade, praticamente, até à hora da sua morte, a 3 Janeiro de 1998.junior

A década de 80 seria mesmo um dos momentos mais altos da carreira do cantor, sobretudo após a edição do seu excelente álbum “Chiefly Wells” (ver vídeo). Recentemente, foram editadas obras póstumas que mostram a excelência dos blues de Junior Wells. Recomendam-se para os menos avisados sobre a obra do artista, os álbuns “Best Of Junior Wells” (2001) e “Live at Theresa’s 1975”, editado em 2006.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Uma Aventura | Na Caixa

Auto-retrato, Pablo Picasso

Manuel de Azevedo

Mentores espirituais

- Publicidade -