Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Maio 30, 2024

Las Meninas, Diego Velázquez

Guilherme Antunes
Guilherme Antunes
Licenciado em História de Arte | UNL

“Las Meninas”, de Diego Velázquez. Velázquez foi um pintor espanhol e principal artista da corte do rei Filipe IV de Espanha.

«A imagem deve sair da moldura», como lhe terá sugerido Pacheco (seu sogro).

O segredo da sua pintura radica na maneira de olhar o mundo. Esta construção é a forma exponencial da sua verdade assumida planetariamente e assim reconhecida para todo o sempre (tanto quanto eu posso fazer esta apreciação, eventualmente, inexacta)

Picasso não tem dúvidas em afirmar que Velázquez é o génio da pintura que soberanamente todos os outros se renderão em admiração estudiosa.

Velázquez não pintava a beleza enxuta e intocável como, sumptuosamente, fazia Rafael. Eram os seus olhos que determinavam na tela o que ele de facto via. Jamais procurou o embelezamento certinho ou a perfeição, é uma pintura de aparência fugaz, como que aparecida ali por encanto. Pintura algo geometrizada e da pura contemplação, num assomo demonstrativo de possível confrontação psicológica.

Têm sido tantos os motivos controversos de acesas polémicas à volta da centralidade do espelho e do seu significado, que não será difícil prever a impossibilidade de acordo histórico, tal a densidade artística da sua composição. O que é excelente!

Informação adicional

Artista: Diego Velázquez
Dimensões: 3,18 m x 2,76 m
Local: Museu do Prado, Madrid
Material: Tinta a óleo
Criação: 1656
Período: Barroco

Diego Velázquez 1599-1660

Diego Rodríguez de Silva Velázquez  nascido em Sevilha, foi um pintor espanhol.

Era um artista individualista do período barroco contemporâneo, importante como um retratista. Além de inúmeras interpretações de cenas de significado histórico e cultural, pintou inúmeros retratos da família real espanhola, outras notáveis figuras europeias e plebeus.

Desde o primeiro quarto do século XIX, a obra de Velázquez foi um modelo para os pintores realistas e impressionistas, em especial Édouard Manet que chegou a afirmar que Velázquez era o “pintor dos pintores”.

A grande maioria dos seus quadros estão no Museu do Prado.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -